RENATA SPALLICCI

Dietas

16/02/2018

Perda de peso – Medicina funcional e a nova pirâmide alimentar

Uma nova abordagem da medicina vai te ajudar a perder peso de forma definitiva e com saúde.

Não sei se vocês sabem, mas eu fui uma criança e adolescente gordinha! E, nesse período, tentei todas as dietas que vocês podem imaginar, mas depois de um tempo, sempre voltava ao peso anterior. Quando não, até mais! Era o famoso efeito sanfona que por muitos anos me perseguiu!

Aprendi, portanto, com a minha experiência, que o maior erro que cometemos ao querer perder peso é nos concentrarmos unicamente no resultado final, esquecendo-nos de que acima de tudo está nossa saúde.

Por uns quilinhos a menos, fazemos qualquer loucura, desde dietas milagrosas até intervenções cirúrgicas, muitas vezes desnecessárias, como plásticas e lipoaspirações.

E não mudamos o principal: nossos hábitos e, em pouco tempo, voltamos aos quilos anteriores, mas com um agravante: tendo causado danos
irreparáveis à nossa saúde e bem-estar.

Baseada nesta minha experiência e nos estudos que realizei sobre o tema, criei, ao lado de especialistas, meu programa Finalmente Magro que propõe não somente a perda de peso, mas mudanças profundas de hábitos que vão melhorar a saúde de forma geral – um caminho que levará a mudanças reais e duradouras.

A medicina funcional

Medicina Funcional

E é exatamente isso que propõe uma nova linha da medicina que vem ganhando força mundo afora: a medicina funcional, que examina o corpo como um sistema integrado no qual tudo está conectado.

Ao invés de tratar os sintomas, a medicina funcional procura identificar e resolver as causas, acreditando que todos nós somos diferentes; geneticamente e bioquimicamente únicos. Este cuidado de saúde personalizado trata o indivíduo, não a doença. Ele suporta os mecanismos de cura normais do corpo, naturalmente, em vez de atacar diretamente a doença.

Em outras palavras, a Medicina Funcional procura encontrar a causa ou mecanismo raiz envolvido com qualquer perda de função, o que, em última análise, revela por que um conjunto de sintomas está em primeiro lugar ou por que o paciente tem  determinada doença em particular.

E isso vale também para seu peso. Ele não é tratado como uma questão isolada, mas como sintoma de um problema de saúde subjacente. E como tal, deve ser tratado em sua raiz, que, normalmente, está associada à sua nutrição.

Os precursores dessa abordagem são os médicos norte-americanos, Dr. Mark Hyman e Dr. Steven Gundry. O Dr. Hyman é colunista do New York Times, Diretor do Cleveland Clinic Center for Functional Medicine, fundador e diretor médico do The Ultra Wellness Center, presidente do conselho do Instituto de Medicina Funcional, editor médico do The Huffington Post, e foi colaborador médico regular em muitos programas de televisão dos Estados Unidos.

Já o Dr. Gundry trabalha em medicina há mais de 40 anos. Ele é mais conhecido por seu trabalho como cardiologista e cirurgião cardíaco, mas, atualmente, está se concentrando em ensinar as pessoas a evitarem a cirurgia, por meio de sua versão única da nutrição humana – melhorando a saúde, felicidade e longevidade, fazendo mudanças simples na dieta.

O Dr. Gundry atua como Diretor e Fundador do Instituto Internacional do Coração e Pulmão, bem como do Centro de Medicina Restaurativa em Palm Springs e Santa Bárbara, também nos Estados Unidos.

Associando a dieta detox de dez dias, criada pelo Dr.Hyman, a uma nova forma de nutrição, inclusive com uma nova pirâmide alimentar, elaborada pelo Dr. Gundry, os referidos médicos  acreditam que as pessoas vão parar de contar calorias e começar a focar na saúde.

A Dieta Detox de Dez dias Medicina Funcional - Dieta Detox

A Dieta Detox de dez dias do Dr. Mark Hyman é um programa cientificamente comprovado que o ajuda a fazer a mudança para a saúde e o bem-estar definitivos. Segundo o protocolo, em apenas dez dias, não só você pode perder até dez quilos, mas também pode ajudar a prevenir ou mesmo aliviar problemas de saúde crônica como diabetes tipo 2, asma, dor nas articulações, problemas digestivos, distúrbios autoimunes, dores de cabeça, neblina cerebral, alergias, acne , eczema e até disfunção sexual.

E após os dez dias iniciais, a dieta se tornará um novo hábito que fará o indivíduo se concentrar na qualidade dos alimentos e em sua composição, e não na quantidade consumida.

Para dar início à dieta é necessário um preparo de dois dias, levando à sua desintoxicação de dez dias. Durante esta fase, você se concentrará em:

  • Proteínas baseadas em plantas ou animais de baixa toxicidade
  • Gorduras e óleos de alta qualidade
  • Vegetais de baixa toxicidade
  • Frutos de baixa toxicidade
  • Eliminação de todos os edulcorantes
  • Lácteos de alta qualidade e gorduras
  • Grãos de grão inteiro
  • Eliminação do macarrão e de todos os produtos à base de farinha
  • Águas purificadas, chás de ervas não açucaradas

Agora, para a desintoxicação.

Medicina Funcional - Desintoxicação

Este quadro estipula o que você pode comer e o tamanho recomendado das porções. Como nem todas as calorias são iguais – diferentes alimentos desencadeiam diferentes respostas bioquímicas no organismo (hormônios, neurotransmissores, mensageiros imunológicos), a chave é focar na qualidade, não na quantidade.

Esforce-se para consumir fibras de alta qualidade, com pouca quantidade de amidos e açúcares. Isso ajudará o seu corpo a mudar o modo de armazenamento de gordura para o modo de queima de gordura. E ajudará a prevenir a maioria das doenças crônicas, das doenças cardíacas, e até a  demência.
A nova pirâmide de alimentos Medicina Funcional - Pirâmide de alimentos

Quando foi a última vez em que você viu uma pirâmide alimentar? Você se lembra daqueles pães e montanhas de massas formando a base? Ficamos condicionados a acreditar que cereais, leite e presunto eram o caminho certo para a nutrição. Mas não deve ser uma surpresa o fato de que  comer metade de um pão branco por dia não lhe dará o corpo que você deseja… Especialmente porque a maioria dos pães contém conservantes e aditivos, como corantes alimentares ou xarope de milho de alta frutose.

É exatamente por isso que o Dr. Gundry reescreveu a pirâmide de alimentos.

O primeiro pilar da pirâmide consiste em gorduras boas e óleos aprovados. Dr. Gundry sustenta que estes são os alimentos mais importantes em nossa dieta e, por isso, são os alimentos que devemos ingerir  mais. Na verdade, estes são os alimentos dos quais  podemos nos permitir consumir um suprimento ilimitado. Isto inclui: Óleo de azeite virgem extra, óleo de abacate, óleo de noz, óleo de gergelim e óleo de coco, abacate, alface de folhas vermelhas e verdes, espinafre, endívia, couve-manteiga, salsa, erva-doce, brócolis, couve-flor, couve de Bruxelas, repolho e espargos

O segundo nível da pirâmide introduz a ideia do jejum intermitente. Nossos corpos realmente precisam passar sem comida de tempos em tempos. Por esse motivo, devemos dar aos nossos órgãos tempo para processar e digerir. Esta é realmente uma das chaves para uma excelente nutrição,  razão pela qual é o segundo pilar da pirâmide.

Na terceira temos as castanhas e macadâmias. É aqui que podemos satisfazer nossos desejos de grãos e pão. Segundo a teoria, você pode comer esses alimentos diariamente, mas certifique-se de limitar o consumo a pequenas porções por refeição.

E, existem apenas certos tipos de nozes na lista – as leguminosas, como amendoim e castanha de caju, devem ser completamente evitadas. Em vez disso, fique com o seguinte:

Macadâmia

Nozes

Pistache

Coco

Avelãs

Castanhas

Quando se trata de alternativas de farinha, coloque a farinha de coco ou a farinha de amêndoa. Evite farpas brancas, farinha de trigo integral e farinhas processadas a todo custo.

Ainda no terceiro nível temos os amidos vivos (presente nas bananas, por exemplo) que ajudam a quebrar e reduzir o armazenamento de gordura..

No quarto nível ficam as proteínas de origem animal. Concentre-se em peixes e frutos do mar, aves e ovos com ômega-3.

No patamar cinco da pirâmide temos as frutas! Comer frutas da época foi uma ótima coisa para nossos antepassados, porque permitiu que eles engordassem nos meses de inverno. Mas, agora, podemos obter fruta em qualquer época  do ano. Então, temos de ter certeza de consumi-las com moderação. Existem algumas frutas que são excelentes durante todo o ano, como a banana, a manga e a papaia, mas que devem ser comidas enquanto ainda são verdes, porque assim ainda não expandiram seu conteúdo de açúcar.

Chegamos ao sexto andar da pirâmide onde se encontram os leites. O mais indicado é o leite não industrializado, porque ele contém a caseína A-1. que é convertida em proteína chamada beta-casomorfina, que pode provocar um ataque imunológico no pâncreas de pessoas que consomem esse alimento.

Para realmente diferenciar a pirâmide alimentar nova e melhorada daquela pirâmide de alimentos que conhecemos no passado, o Dr. Gundry incluiu algumas novidades. O vinho tinto com moderação – o que significa 1 a 2 vezes por semana – pode realmente ajudar a sua saúde. Mas também é importante entender que os polifenois no vinho tinto podem estar conectados ao risco reduzido de doenças cardiovasculares e problemas de saúde cardíaca.

Por fim, a pirâmide fecha com carnes vermelhas que devem ser consumidas em quantidade moderada.

Mudanças de hábitos 

Medicina Funcional - Hábitos

Como eu sempre faço questão de falar nesta seção do meu blog, meu compromisso com vocês é apresentar o que de mais atual está rolando no mundo das dietas e da nutrição, mas a recomendação para esta ou aquela dieta deve ser feita sempre com auxílio de um profissional.

Uma coisa é certa sobre a abordagem proposta pelos especialistas citados nessa matéria. Sou superfavorável de enxergar o problema do peso como algo que vai além da perda de quilos, ou seja, algo que exige mudança de hábitos para a melhoria da saúde! E, ao se concentrar na saúde, você pode criar um caminho sustentável para o bem-estar vitalício e, finalmente, alcançar o corpo que você quer e merece.

Busque seu propósito. Deixe seu legado.

Renata Spallicci

 

Leia também:

Cozinha funcional – conheça a história do chef Felipe Caputo

Os benefícios do jejum intermitente

Pule o jantar e perca até quatro quilos

 

Renata Spallicci

Atleta profissional fisiculturismo WBFF, executiva, empresaria, coach, influenciadora digital, escritora, palestrante motivacional e realizadora social fundadora do movimento Fit do Bem.

www.renataspallicci.com.br
www.fitdobem.com.br
www.dosonhoarealizacao.com.br