O poder das palavras - Como mudar o seu vocabulário

RENATA SPALLICCI

Realização

01/12/2017

O poder das palavras – Quatro passos para transformar as suas palavras e a sua vida

Aprenda a mudar o seu vocabulário e, com isso, poderá reprogramar a sua mente para uma vida com mais qualidade e emoções mais positivas.

“Sem linguagem, nos encontramos vivendo em um estado de caos emocional. Nosso cérebro nos deu o potencial de nos comunicar de maneiras extraordinárias e a maneira como escolhemos fazê-lo pode melhorar o funcionamento neuronal do cérebro. De fato, uma única palavra tem o poder de influenciar a expressão de genes que regulam o estresse físico e emocional. Se não exercemos continuamente os centros de linguagem do cérebro, paralisamos nossa habilidade neurológica para lidar com os problemas que encontramos entre nós.”

Dr. Andrew Newberg, As Palavras Podem Mudar seu Cérebro

Todos sabemos que as palavras nos fornecem um veículo para expressar e compartilhar nossa experiência com os outros. Mas você sabia que as palavras que você costuma escolher também afetam a forma como se comunica consigo e, portanto, a forma como experimenta a sua vida?

Desde pequena, por uma questão da educação que minha mãe me transmitiu, sempre evitei palavras e pensamento negativos. E fiz isso de forma empírica e automática, já que foi algo que me foi passado desde a infância.

Mas, recentemente, tenho estudado e me interessado muito pela psicologia positiva e por outras teorias que comprovam que a escolha de nossas palavras define nossas emoções e, consequentemente, nossa postura perante os problemas e a vida.

Estudos mostram que mudar apenas uma palavra-chave na comunicação com alguém pode mudar instantaneamente a forma como as pessoas sentem – e como elas se comportam.

Quer um exemplo? Você está em uma discussão com alguém, e a pessoa lhe diz: Não é isso, você está mentindo! Qual é a sua reação mental e bioquímica ao ouvir esta frase? Quase como uma agressão, não é? Agora, e se pessoa usasse a frase: Desculpe, mas creio que está equivocado! Diferente?

 

O Vocabulário Transformacional 

Entenda o que é o vocabulário transformacional

E é apoiado em reações como essa que os entusiastas do chamado Vocabulário Transformacional afirmam que simplesmente mudando as palavras que usa de modo consistente para descrever emoções, você pode mudar instantaneamente como você pensa, como se sente e como vive.

Segundo eles, se você deseja mudar sua vida, se quiser moldar suas decisões e suas ações, mudar seus padrões emocionais é a chave. E para isso, uma ferramenta fundamental que pode mudá-lo mais rápido do que qualquer outra coisa é selecionar de forma consciente as palavras   que você vai usar para descrever como se sente. É assim que você cria um nível de escolha em vez de uma reação habitual.

O Vocabulário Transformacional lhe dá, então, o poder de mudar suas experiências na vida, diminuindo a intensidade dos sentimentos mais negativos e aumentando as experiências positivas, por meio das palavras.

Mas como fazer isso?  – você deve estar se perguntando.

Bom, não é difícil perceber que se você costuma ter uma emoção intensa e diz que é “deprimente”, vai se sentir muito diferente do que se você disser que está se sentindo um pouco “abaixo”. Ficar enfurecido com a reação de alguém é muito diferente do que ficar um pouco frustrado com alguma resposta.

O verdadeiro segredo para transformar sua vida é despertar e tornar-se consciente dos padrões que estão atualmente inconscientes e moldando o jeito como você se sente.

Em última análise, a forma como nos sentimos determina a qualidade da nossa vida.

Por isso, a seguir, eu vou lhe mostrar como você pode transformar a qualidade de sua vida inteira, simplesmente tornando-se consciente do vocabulário habitual que usa para as emoções negativas, e deslocá-las com palavras que quebram seus padrões e proporcionam novas e melhores escolhas emocionais.

São quatro passos fáceis e simples de seguir! Aceita o desafio?

 

PASSO 1: Fique atento ao seu vocabulário

Atente-se ao seu vocabulário

Primeiramente, tenha consciência das palavras habituais que você usa para descrever seus sentimentos infelizes ou angustiantes. Comece a notar os rótulos que você está colocando nas coisas.

Se você diz algo como: “Estou tão preocupado com isso”, pare e reconheça que “preocupação” pode ser uma palavra muito forte. Talvez o que você realmente esteja é “um pouco preocupado”. Monitore seu idioma e verifique se ele não está exagerando a intensidade das emoções. Ou melhor ainda, conscientemente escolha uma palavra que reduza a intensidade negativa (em vez de dizer que você está “furioso” com alguém, descreva-se como um pouco “irritado” ou “desapontado”, por exemplo).

Se alguém lhe perguntar: “Como está indo?”, Em vez de dizer: “Bem”, qual seria a palavra que poderia colocar um sorriso no seu rosto e que quebraria seu próprio padrão? Talvez, “Hoje estou me sentindo maravilhoso”, com um sorriso, para ser brincalhão consigo mesmo.

 

PASSO 2: Identifique três palavras negativas

Identifique as palavras negativas do seu vocabulário

Anote três palavras que você usa regularmente, e que intensificam seus sentimentos ou emoções negativas. Talvez você use palavras como “Estou frustrado”, “Estou deprimido”, ou “Estou humilhado”. Venha com palavras alternativas que diminuirão a intensidade dessas emoções negativas. Ou seja,  em vez de “deprimido”, você diz que está “um pouco abaixo”.

O que aconteceria se, em vez de dizer que você se sente “humilhado”, dizer que está “desconfortável” com a forma como a situação foi tratada?

 

PASSO 3: Encontre três palavras positivas

Encontre as novas palavras do seu vocabulário transformacional

Escreva as palavras que você usa para descrever sua experiência um pouco positiva. Quando alguém diz “Como está indo?”, pense três palavras alternativas que amplificarão e intensificarão os sentimentos positivos e os inspirarão. Em vez de falar sobre como as coisas estão “tudo bem”, substitua essas palavras por “incrível”, “maravilhoso” e “espetacular”.

 

PASSO 4: Escolha dois parceiros de responsabilidade

Encontre dois parceiros de responsabilidade

 

Escolha duas pessoas-chave em sua vida – um amigo íntimo e, idealmente, alguém que você respeite e que não gostaria de decepcionar. Puxe-os de lado e explique-lhes o seu compromisso de substituir duas ou três palavras-chave no seu vocabulário. Mais importante, dê permissão a eles de, caso ouçam você usando aquela palavra, perguntarem se é realmente assim que você está se sentindo. Por exemplo: Se você disser que está furioso, deixe que eles o interrompam e perguntem se está furioso mesmo ou apenas irritado.

Eu sei que isso parece ridículo, mas se você está comprometido, um simples lembrete de alguém que você respeita vai levá-lo a diminuir a intensidade em seguida.  Isso o ajudará a reconhecer que você tem controle de seu próprio espaço neste momento e, de modo simples, selecionando uma palavra diferente, você pode mudar o significado completamente.

Pode até parecer uma brincadeira que você está fazendo consigo mesmo, mas o impacto dessa atitude em sua vida não terá nada de brincadeira!

Tente seguir estes passos por pelo menos dez dias e você encontrará uma mudança imediata em como você se sente. E lhe garanto que isso se tornará positivamente viciante e poderá, sim, mudar sua vida.

Eu sei que parece muito simplista, mas, se você testar esta nova atitude, vai experimentar uma transformação em seus padrões emocionais.

E a qualidade de nossas vidas é definida pela qualidade de nossas emoções.

O poder do vocabulário transformacional é a sua simplicidade. Ele fornece uma ferramenta imediata para aumentar a qualidade de sua vida. E, se o resultado pode ser assim tão poderoso, você não acha que vale a pena tentar?

 

Busque seu propósito. Deixe seu legado.

Renata Spallicci

 

Leia também

Psicologia positiva – saiba como transformar a sua vida

Aprendendo a lidar com as emoções

A força e o poder da gentileza em nossas vidas

Renata Spallicci

Atleta profissional fisiculturismo WBFF, executiva, empresaria, coach, influenciadora digital, escritora, palestrante motivacional e realizadora social fundadora do movimento Fit do Bem.

www.renataspallicci.com.br
www.fitdobem.com.br
www.dosonhoarealizacao.com.br