Nação Azul

Expansão fabril é resposta ao planejamento estratégico

Apsen prepara expansão fabril para atender ao novo ciclo do planejamento estratégico que prevê que a empresa dobre o faturamento nos próximos cinco anos

 21 de setembro de 2021
3 min de leitura

expansao

O novo ciclo de planejamento estratégico da Apsen tem por macro objetivo dobrar o faturamento da empresa até o fechamento de 2025, com índices saudáveis de EBITDA e faturamento com novos produtos. Isto traz grandes desafios para todas as áreas da empresa, em especial, com relação à  área industrial o planejamento estratégico implica em algumas atividades que alimentam o plano de expansão. Dentre elas podemos citar: o pipeline de desenvolvimento de novos produtos; o estudo de demanda dos produtos de linha; as estratégias comerciais e as análises de capacidade e ocupação fabril.

O cruzamento das informações geradas por estas atividades é o ponto de partida para definirmos onde, como, quando e quanto investir em expansões ou aquisições. Atualmente temos capacidade para fabricar 50 milhões de unidades ano e chegaremos ao final de 2025 com capacidade para aproximadamente 75 milhões de unidades ano. Este crescimento será faseado e dentro da cadência necessária para atender a demanda dos produtos.

Importante afirmar que nossa flexibilidade para aumento de capacidade não estará limitada a esses números apresentados. Por exemplo, o novo prédio produtivo que está em construção agora foi pensado de forma modular e poderá ter sua capacidade expandida – caso seja identificada essa necessidade — até aproximadamente 130 milhões de unidades ano, mas os investimentos e despesas somente ocorrerão mediante a constatação de uma necessidade futura.

Atualmente somos atendidos com 29 mil m² de área construída e chegaremos em 2025 com mais de 42 mil m². E estamos ainda estudando a viabilidade de uma área para novas formas farmacêuticas de aproximadamente 5 mil m². Se aprovarmos este projeto chegaremos a um total de 47 mil m². Neste exato momento, estamos trabalhando na execução das fundações do novo prédio.

Quero deixar minha gratidão a todos os envolvidos nesse projeto tão estratégico e importante. Ao Time Industrial e Operações Logísticas (Henrique Graner Moreira, Carlos Roberto, Jaqueline Fernanda de Oliveira Outeda e Marcio Rodrigues Mendes), à Mariangela Aguiar AJabur (de Projetos) e à Andreia Yoshida (Suprimentos).

Leia também: 

Apsen prepara o orçamento 2022

Desafios da gestão estratégica

A jornada da transformação

Busque seu propósito. Deixe o seu legado. 

Rê Spallicci 








Fale comigo!
Fale comigo!