Autoconhecimento

Coaching Life: mais ferramentas e técnicas para o autoconhecimento

Renata Spallicci fala sobre processo de coaching life que está fazendo com a profissional Luciana Tegon e conta sobre a importância do autoconhecimento em sua vida.

 17 de setembro de 2016
5 min de leitura

Um novo processo em busca de mais autoconhecimento

Há coisas na vida que nunca são demais. E uma delas é autoconhecimento. Por isso, estou em mais um processo de coaching, desta vez com foco em minha vida pessoal.

Se você já me acompanha há tempos, sabe o quanto eu valorizo processos que têm por objetivo me autoconhecer e aumentar a minha percepção sobre quem sou, qual meu propósito de vida e minhas totais potencialidades.

Desde 2009, quando entrei mais a fundo nesse mergulho para o meu eu interior, me submeti a uma série de processos de autoconhecimento com diferentes métodos e técnicas. E hoje posso dizer que cada um deles foi fundamental para eu ser a pessoa que sou.

Este processo de coaching atual estou fazendo com a Personal, Professional, Executive & Positive Coach pela Sociedade Brasileira de Coaching, Luciana Tegon, e teve início no dia 27 de julho.

Nas três primeiras sessões, fizemos o que a Luciana chamou de “sobrevoo de helicóptero por minha vida” cujo objetivo foi fazer um resumo dos meus quase 35 anos. As sessões duram em torno de duas horas e, já na quarta sessão, começamos a estabelecer objetivos a serem trabalhados e planos de ação. Ao final do processo, terei um road map para os próximos dois anos, com todos os meus objetivos mensais, semestrais e anuais e com indicadores que possam acompanhar se estou cumprindo os objetivos a que me propus e se estou tendo a performance esperada.

É importante dizer que, diferentemente da terapia, o processo de coaching é bem mais rápido e intenso e é voltado para pessoas que buscam alto desempenho, que querem ser, ter, fazer ou conquistar alguma meta.

Nesse sentido, trabalhamos muito questões como crenças limitantes e outros fatores que nos bloqueiam e não nos permitem alcançar nossa total potencialidade.

E, embora ainda estejamos no meio do processo, posso dizer que já senti mudanças significativas, porque a Luciana está me ajudando muito a organizar minha vida profissional e pessoal. E tenho a certeza de que,  ao fim desse processo, estarei mais preparada para os próximos desafios que me aguardam no futuro próximo.

Um dos aspectos que a Luciana valoriza, e que eu acredito ser fundamental, é saber conciliar os meus objetivos na carreira com a minha vida em família e com meus amigos. É algo que temos trabalhado bastante e que tem sido bem valioso.

Nesse processo, me submeti a uma série de testes psicológicos, de habilidades, talentos e potencialidades, e eles foram determinantes para que eu pudesse ter mais clareza dos meus pontos fortes, minhas fraquezas e de como devo lidar com isso.

A Luciana tem uma perspectiva que eu concordo e admiro, de que devemos reforçar nossos talentos, ao invés de ficarmos focando em aprimorar nossas fraquezas. E, para suprir aquilo em que não somos melhores, devemos montar equipes que complementem nossas potencialidades.

No meu caso, sou uma pessoa extremamente criativa e, consequentemente, não sou a mais organizada…rs. Nesta visão, ao invés de eu tentar me organizar em excesso, o que poderia tolher minha capacidade de criação, eu devo me cercar de pessoas com esta característica, que me ajudem a realizar e explorar ao máximo a minha capacidade criativa!

Eu acredito muito que o autoconhecimento é o primeiro passo para o sucesso e para a felicidade, porque só nos conhecendo bem saberemos exatamente onde queremos chegar. E, nesse sentido, o coaching ajuda não somente a nos conhecermos melhor, mas também a traçarmos metas e estratégias para alcançarmos nossos objetivos.

Por fim, gostaria de reforçar a importância da escolha de um profissional gabaritado e especializado, ao decidir por um processo de coaching. Hoje, infelizmente, a profissão ficou um pouco banalizada, e muitas pessoas se autointitulam coachs sem ter a formação e a capacidade necessárias. Eu tenho a certeza de que muito do sucesso desse programa pelo qual estou passando diz respeito à excelente profissional que é a Luciana. Por isso, se você decidir entrar nesse maravilhoso e fascinante mundo do autoconhecimento, procure sempre, com muito critério, os profissionais que vão auxiliá-la nessa importante jornada!

 

Leia entrevista com a coach Luciana Tegon:

O processo de coaching e a vontade por mudança 

 

E leia também:

O poder da mente e do autoconhecimento no esporte

MIndfullness – atenção plena no presente      

Em busca constante pelo autoconhecimento 

Coaching ou Mentoring? Escolha a melhor opção para seu autodesenvolvimento    

Nosso propósito de vida é um chamado da alma

Descobrir seu propósito é fundamental para uma vida plena 

Busque seu propósito. Deixe  seu legado.

Rê Spallicci