Autoconhecimento

Dicas de livros para você se conhecer melhor

Renata Spallicci enumera e comenta alguns livros essenciais para quem quer buscar o autoconhecimento.

 6 de setembro de 2016
9 min de leitura

Dicas de livros para você se conhecer melhor

A questão do autoconhecimento em minha vida é algo muito importante e que realmente me transformou. Desde pequena, sempre tive a inquietude em me entender melhor e, conforme fui amadurecendo, procurei,  cada vez mais, meios de atingir esse propósito. Mas foi em 2009 que dei realmente um salto nessa questão iniciando um processo de terapia e que se completou em 2012 quando fiz o método Hoffmann, uma metodologia desenvolvida por Bob Hoffman, um autodidata com amplo conhecimento da natureza humana, que combina diversas técnicas terapêuticas, cujo  objetivo é proporcionar uma reeducação emocional, baseada no autoconhecimento. E foi a partir daquele instante que um novo horizonte de autoconhecimento se abriu para mim.

Eu entendo que nós, seres humanos, precisamos muito nos autoconhecer. Somos criados em uma sociedade que impõe uma série de padrões e limites o tempo todo. Tudo aquilo que vemos, ouvimos, assistimos, tem uma carga de mensagens que nos influenciam a seguirmos o que interessa a uma parcela da sociedade. As propagandas com suas cores e mensagens subliminares, a indústria cultural, a mídia, a moda, as marcas, enfim, somos bombardeados o dia todo nessa sociedade capitalista consumista, para sermos cada vez menos singulares e cada vez mais pasteurizados e padronizados. Mas, ao nos autoconhecermos, descobrimos que somos únicos, com propósitos, sonhos e desejos diferentes. E é essa natureza única e singular que, para mim, é o grande espetáculo da humanidade. E eu acredito, firmemente, que só despertaremos para esta nova consciência, se mergulharmos em nosso eu interior e descobrirmos quem realmente somos.

Daí a importância que dou aos processos de autoconhecimento em minha vida, porque é por meio deles que conseguimos entender quais são nossas reais vontades e objetivos e não aquelas que nos são impostas desde que nascemos.

Sinto uma enorme aflição e tristeza ao ver que boa parte da sociedade vive à espera do final de semana, do fim do expediente, do fim do ano… Estamos sempre esperando algo acabar para começarmos a viver?

Por que não podemos viver enquanto trabalhamos, enquanto estudamos? Por que a vida nos leva a trabalhar com coisas que nos fazem torcer para que acabem logo? Só o autoconhecimento pode nos mostrar e dar propósito a tudo aquilo que fazemos e pode nos dar uma sensação de vida mais plena, completa, rica de sentido e fiel à sua essência!

Mais do que isso, acredito que, ao nos autoconhecermos melhor, aprimoraremos nossa relação com o mundo, com as pessoas, com tudo o que nos cerca, porque entenderemos mais o porquê de cada atitude e comportamento, não só em nós mesmos, mas também no outro. Eu tenho a certeza de que o maior motivo de infelicidade é quando vivemos sem sermos fiéis à nossa essência. E, se não nos autoconhecermos, como saberemos qual é essa verdadeira essência que devemos seguir e respeitar?

É claro que vivemos em uma sociedade com regras e costumes que, de uma forma ou de outra, precisam ser respeitadas e seguidas para que a convivência seja possível. Mas isso não significa a anulação total de sonhos individuais e de diferentes potencialidades e oportunidades. Temos de ser o que nos faz bem, o que nos engrandece, que nos torna únicos e especiais, e é por isso que luto todos os meus dias. Luto para inspirar pessoas a acreditarem em seus sonhos e a serem aquilo que almejam e não o que lhes é imposto.

Nesse meu longo caminho de autoconhecimento, eu tive importantes aliados e ferramentas fundamentais no despertar da minha consciência. Livros e autores que me ajudaram a abrir a mente, a me entender melhor, a perceber novos caminhos e novas formas de ser.

Muitos deles não são para serem devorados em uma única leitura, mas sim, degustados capítulo a capítulo. Livros que, volta e meia, eu os revisito, porque a Renata que os leu há um ou dois anos não é a Renata de agora, e novas perspectivas podem trazer novos aprendizados, leituras e interpretações.

Cumprindo meu propósito de ajudar e inspirar as pessoas nesse sentido, em breve, estarei em um livro com outros autores, chamado Histórias Extraordinárias do Mundo Corporativo, no qual contarei um pouco mais sobre minha trajetória de autoconhecimento e sobre aquilo que aprendi nessa jornada.

Porém, agora,  eu gostaria de compartilhar com vocês aqueles que me ajudaram nessa caminhada, e que podem ser também companheiros de cada um de vocês que resolverem entrar nessa longa e maravilhosa busca pelo autoconhecimento. Confira alguns deles:

 

O despertar de uma nova consciência – Eckhart Tolle

renata-livro-1

Esta é a minha bíblia, meu livro de cabeceira! Um livro atemporal que não canso de ler e reler, e que aborda um dos temas que acho fundamental para o  autoconhecimento: o ego. Para mim, o ego faz parte das questões humanas e só sabendo encontrar um equilíbrio entre alimentá-lo e dominá-lo é que conseguiremos ser melhores. Um exercício constante em nossas vidas.

 

 

Singular – Jacob Petry e Valdir Bündchen, Autenticidade – Bill George e Gestão da Singularidade – Eduardo Carmello

renata-livro-2

Estes três livros abordam a questão da singularidade, da importância de sermos diferentes e de seguirmos nossos princípios. Por suas abordagens distintas, os três são superbacanas e complementares, e eu os recomendo fortemente.

 

A Vida que Vale a Pena ser Vivida – Clovis de Barros Filho e André Merucci

renata-livro-3

Uma leitura deliciosa e leve, versa,  exatamente, sobre  a necessidade de buscarmos um sentido em nossa vida, pois só assim ela realmente valerá a pena de ser vivida. Parafraseando o autor Clóvis de Barros Filhos, a vida que vale a pena ser vivida é a sua!

 

 

 

A alma imoral – Nilton Bonder

renata-livro-4

Baseado nos princípios da Cabala, o livro traz reflexões do que é moral e imoral,  que eu acredito ser essencial na trajetória do autoconhecimento.

 

 

 

 

 

Nunca desista de seus sonhos – Augusto Cury e Você é do tamanho dos seu sonhos – César Souza

renata-livro-5

Augusto Cury é um dos meus autores preferidos. Dele recomendo também o Vendedor de Sonhos, dois livros fantásticos e que mostram a importância de buscarmos nossos sonhos e, mais do que isso, realizá-los. E nessa mesma linha, Você é do tamanho dos seus sonhos –  eu amo e coloco na lista dos que precisam ser lidos!

 

Mentes perigosas – O psicopata mora ao lado – Ana Beatriz Barbosa Silva

renata-livro-6

Este eu recomendaria para todos! Ajuda-nos muito em relação ao outro e a reconhecê-lo, além de  nos proteger dessas pessoas que tanto nos fazem mal, principalmente dentro dos ambientes corporativos.

 

 

 

 

 

 

Insigth – Volume 1 e volume 2 – Daniel C. Luz

renata-livro-7

É um daqueles que não precisa ser lido de uma vez. Pode ser lido fora de ordem, por trechos, enfim, um grande potencializador de ideias.

 

 

 

 

 

O poder dos inquietos – Chris Guillebeau 

renata-livro-8

Esse não sei por  que eu super me identifico! Rs

 

 

 

 

 

 

 

Siga seu coração – Andrew Mathews, Vida a Crédito – Zygmont Bauman e Em busca de sentido – Viktor E. Frank

renata-livro-9

Os três eu também coloco na lista dos que PRECISAM ser lidos!

 

O caminho da sabedoria – Christophe André, Alexandre Jollien e Mathieu Ricard, Filosofia para corajosos – Luiz Felipe Pondé e A ilha do conhecimento – Marcelo Gleiser

renata-livro-10

Estes dois livros já são mais complexos e “cabeças” rs , mas os recomendo para os que já estão mais iniciados no tema autoconhecimento.

Bom, eu acho que é isso! Me empolguei, né? Mas, quando falo de leitura e autoconhecimento, é assim! Espero que tenha inspirado vocês e, se resolverem ler alguns desses livros, depois me contem, tá?

https://youtu.be/sXIYBXDIzwY

 

 

Leia também:

Seis passos que vão mudar sua vida para melhor

A vida que vale a pena ser vivida

Propósito de vida

Aceite-se, mude e brilhe

Em busca constante pelo autoconhecimento

Busque sempre o seu propósito

Busque seu propósito. Deixe  seu legado.

Rê Spallicci








Abrir Conversa
Fale comigo!
Abrir Conversa
Fale comigo!