Autoconhecimento

Nosso propósito de vida é um chamado de alma

Em entrevista exclusiva, o coach e palestrante Santiago Carballo fala sobre propósito de vida, economia criativa, motivação e muito mais.

 5 de julho de 2016
8 min de leitura

Nosso propósito de vida é um chamado de alma

Formado Engenheiro Mecânico e especializado em Divulgação Científica, Santiago Carballo sempre foi empreendedor e  sonhador! No mercado de trabalho desde os 17 anos, quando assumiu a padaria da família, por causa da  morte prematura do pai, Santiago abriu e fechou negócios e trabalhou em uma consultoria de planejamento, marketing e varejo até que, no ano de 2001, descobriu seu propósito de vida. “Nessa época, fiz o Empretec, um curso comportamental do Sebrae, muito intenso. Lá fiz um exercício de missão de vida, descobrindo, então, meu propósito: ajudar as pessoas a evoluírem na vida profissional e pessoal.”

E foi a partir daí que a carreira de Santiago se transformou e, nos últimos 15 anos, ele vem se dedicando a trabalhar em incubadoras empresariais e a fomentar nas pessoas a busca pelos seus propósitos e sonhos. Nos últimos anos, Santiago criou o movimento Cultural #tâmusaê que propaga a economia e a educação criativa.

Presente no movimento Motiva Gente, evento que se realizará em Santos no dia 7 de julho e que conta com o incentivo e apoio do Site Renata Spallicci, Santiago fala nesta entrevista sobre sua participação no encontro e suas crenças. Acompanhe:

 

Site Renata Spallicci – Sua palestra tem como tema a motivação de vida.Que assuntos vai abordar?

Santiago Carballo – Abordarei três temas: positividade, vida com propósito e sonhar grande. Num cenário diário de cenas ruins e crises diversas, acabamos nos influenciando negativamente, esquecendo nossos sonhos e nossa missão nesta vida. O Motiva Gente quer tirar as pessoas desse estado negativo, transformando sua energia e motivando-as a superarem seus medos e limitações. Começo apresentando uma ferramenta prática de positivar a vida: a VALIDAÇÃO. Depois outra, para a descoberta do propósito de vida: a mesma que aprendi em 2001! No final da minha fala, tenho a intenção de provocar as pessoas para que se atrevam a sonhar grande: vou contar-lhes o meu sonho, que é bem grande – construir uma cidade, a partir de um livro de ficção científica escrito há mais de 80 anos, que projetou a cidade de cem anos depois. Imagino que, ao ouvir um sonho desse tamanho, as pessoas se atrevam a aumentar o tamanho do  sonho delas também.

 

SRS- Quando você fala em motivação para a vida, isso está ligado também à procura de um propósito maior?

SC – Nosso propósito de vida é um chamado de alma. É cumprirmos essa “ordem divina”, essa missão, utilizando nossos dons, nossos talentos individuais e únicos. Se assim o fizermos , trabalharemos e viveremos felizes e realizados. O trabalho deixa de ser um fardo, uma obrigação, passa a ser uma causa. Seu trabalho passa a ter sentido, melhora a vida das pessoas e o mundo. Que motivação pode ser maior que isso?

 

SRS – E qual a “receita”para se buscar essa motivação e o propósito de cada um?

SC – Parar de fazer escolhas de fora pra dentro. As respostas estão dentro de cada um. É fazer o exercício diário de se aprofundar em si mesmo, conhecer-se em todas as suas dimensões e matizes. Depois que você se vê de verdade, tudo fica muito claro! Não importa o que os outros dizem, nem o que está acontecendo lá fora.

 

SRS – Conte-nos um pouco sobre o tâmusaê. Qual o objetivo do projeto?

SC – Fazer com que as pessoas percebam seu real potencial criativo e como ativá-lo em suas vidas: seja no trabalho, na formação, criação dos filhos, na sua autorrealização. Incentivar os criativos a empreenderem, sem dependerem de governo, patrão ou quem quer que seja. É uma libertação através do sonho, dos talentos e do propósito de vida. Tanto na educação quanto no trabalho. Dirigir essa mensagem libertadora para os jovens e também para os pais e educadores.

 

SRS – Você fala muito em economia e educação criativa. Acredita que o futuro do capitalismo e das relações está nessas novas formas como economia solidária, criativa, etc.? Como vê o mundo caminhando nesse sentido? E como as pessoas e empresas devem se preparar para esse cenário?

SC – Da mesma forma que o socialismo teve sua queda há três décadas, também agora o capitalismo aponta para um fim. Já está em movimento uma transmutação no mundo, alterando os paradigmas em tudo. Saímos do mundo da escassez para a abundância. O dinheiro tomará outras formas e perderá seu aparente lugar de importância. Tudo vai ter valor, não só o dinheiro. Diversas vertentes teóricas já se transformam em experiências práticas pelo mundo, dentro dessa nova lógica sócio-cultural-ambiental-econômica: Economia Criativa, Solidária, Compartilhada, Sagrada, Multimoedas etc. As gerações Y e Z já vêm preparadas para esse novo jeito de ser e fazer as coisas. Elas sabem que o jeito de aprender é fazendo. Quem tem que se preparar são as pessoas das gerações X e Baby Boomers, que não alcançam esses conceitos, pois estão presos nos modelos e visões de mundo que aprenderam, e que já não servem mais. Terão dificuldade em desaprender e reaprender. Não tem volta. Mas não há o que temer: o que vem depois dessas mudanças todas é algo muito bom. O mundo que nossos filhos e netos viverão é maravilhoso! Não ter medo, sonhar, acreditar, viver de forma positiva e saudável, consumir apenas o necessário, cuidar das pessoas e da natureza, cumprindo seu propósito, utilizando seus talentos. Viver o que realmente é importante.

A primeira edição do Motiva Gente, que será realizado no dia 7 de julho, no Teatro Guarany, em Santos, é um evento que mescla palestras motivacionais, troca de experiências positivas e intervenções artísticas, a fim de estimular a interação entre os participantes e prender a atenção do público. Além de Santiago Carballo, o evento contará com o atleta, escritor e palestrante, Pauê Aagaard, que perdeu as pernas em um acidente ferroviário em São Vicente e há anos percorre o Brasil dando lições de superação. O site Renata Spallicci apoia o Motiva Gente.

Busque seu propósito. Deixe o seu legado

Renata Spallicci

 

renata-proposito-santiagoEngenheiro mecânico, especializado em divulgação científica, Santiago Carballo é formado também em Empreendedorismo & Inovação, no Lester Center for Entrepreneurship and Innovation, da Haas School of Business, da Universidade da California-Berkeley. Desde 2011, é certificado Life & Business Coach pelo IBC (Inst.Bras.Coaching. Após uma viagem à Disney, transformou-se também em “ativador cultural”, criando o movimento cultural #Tâmusaê, que quer propagar a Economia Criativa e a Educação Criativa. É ainda Professor de Empreendedorismo & Inovação no curso de Pós-graduação de Administração, habilitado com metodologia de Mediação da Aprendizagem – Teoria da Modificabilidade Cognitiva Estruturada-Reuven Feuerstein – do ICELP- International Center for Enhacement of Learning Potential (PEI-Programa de Enriquecimento Instrumental – Senac-SP) e Ex-Coordenador Executivo da Incubadora de Empresas de Santos-SP, premiada em 2006 pela Anprotec – Associação Nacional de Entidades Apoiadoras do Empreendedorismo Inovador

 

Leia também:

Três horas de energia positiva e boas histórias

Exemplo de Superação

Descobrir o seu propósito é fundamental para uma vida plena

Em entrevista exclusiva, Prof. Clóvis de Barros Filho fala sobre ética e propósito

Seis passos que vão mudar sua vida para melhor

A vida que vale a pena ser vivida

Propósito de vida

Aceite-se, mude e brilhe

Em busca constante pelo autoconhecimento

Busque sempre o seu propósito

Busque seu propósito. Deixe  seu legado.

Rê Spallicci








Abrir Conversa
Fale comigo!
Abrir Conversa
Fale comigo!