Carreira

Coaching ou Mentoring? Escolha a melhor opção para seu autodesenvolvimento

Investir no desenvolvimento de suas habilidades e competências pode ser o caminho mais rápido para crescer profissionalmente. Conheça o coaching e o mentoring e saiba o que eles podem fazer por sua carreira.

 18 de fevereiro de 2016
5 min de leitura

Coaching ou Mentoring? Escolha a melhor opção para seu autodesenvolvimento

Foi-se o tempo em que o desenvolvimento de um profissional era responsabilidade da empresa. O bom profissional, que quer fazer a diferença e ver sua carreira deslanchar, mesmo em tempos de crise, sabe que precisa ser o protagonista de seu autodesenvolvimento.

E as mudanças não param por aí. O diploma perdeu espaço na escalada profissional. Hoje em dia, habilidades e competências superam o conhecimento técnico no momento  de determinar o sucesso da carreira.

Em meio a esse cenário, o Coaching e o Mentoring, processos há alguns anos desconhecidos da  maioria das pessoas, ganham cada vez mais destaque nas agendas de profissionais e corporações.

Coaching

O termo inglês coach tem origem no esporte e significa treinador. O derivado coaching é utilizado para denominar um processo de aceleração de resultados no qual o profissional forma parceria com uma espécie de conselheiro (o treinador), com o propósito de identificar e alcançar metas em sua carreira e vida.

O objetivo primordial do coaching é o desenvolvimento de competências e habilidades. Para isso, o coach vai  apoiar e auxiliar o profissional (o coachee) para que ele possa sair do estado atual para o estado desejado.

O coach é um profissional credenciado e certificado para exercer tal função, em sessões que levam o indivíduo ou o grupo a atingirem metas e objetivos, desenvolvendo a capacidade e despertando o potencial infinito que existe em cada um de nós.

Diferentemente de um mentor, um coach não precisa necessariamente ter experiência na área de atuação de seu “treinado”. Até porque ele não aconselha ou dá as soluções para os problemas ou orientações de carreira ao indivíduo. A prática parte do pressuposto de que o próprio profissional tem as respostas e as soluções para suas questões. O papel do treinador é auxiliá-lo no processo de autoconhecimento. Com os questionamentos certos, o coach leva o coachee a uma maior consciência de suas capacidades, pontos de melhoria, de seus valores e de sua missão de vida.

O processo de coaching é conduzido por meio de sessões que podem ser semanais, quinzenais ou mensais e leva entre 3 a 6 meses. Por meio de perguntas e técnicas, o coach ajuda o profissional a sair da zona de conforto e a definir tarefas e prazos para que obtenha as mudanças que deseja.

Mentoring

O Mentoring é uma espécie de tutoria mediante a qual um profissional mais velho e mais experiente orienta e compartilha experiências e conhecimentos  com profissionais mais jovens. O objetivo é dar orientações e conselhos nos âmbitos profissional e pessoal para o desenvolvimento de suas carreiras.

As sessões de aconselhamento podem ser individuais ou em grupo e ocorrem em frequências combinadas entre as partes. Os encontros podem ser presenciais, por mensagens ou teleconferência. E a missão do mentor é ajudar no desenvolvimento de habilidades que serão decisivas na vida profissional, além de disseminar os valores da organização e aprimorar seus relacionamentos.

Geralmente uma responsabilidade dos departamentos de recursos humanos, os projetos de mentoring costumam ser aplicados quando há necessidade de substituições ou para integrar novos funcionários, trazendo o benefício de utilizar os talentos da empresa, impulsionando a inovação e a criatividade, além de tornar  a organização mais competitiva.

O processo de mentoring não determina um período de tempo para que o processo seja finalizado, pois a tutoria é dada de acordo com a evolução do tutorado. Assim, o prazo do mentoring pode ser estendido até que o profissional mais jovem tenha os conhecimentos e experiências necessários para que esteja apto a tomar conta da carreira de forma independente.

Escolha o melhor para sua carreira

Os caminhos para o sucesso são tortuosos, mas ficam mais fáceis de ser vencidos, quando se conta com auxílio. Na busca pela ascensão profissional, coachs e mentores podem ajudar você a chegar lá. As metodologias são bastante parecidas, têm os mesmos objetivos, mas as finalidades são distintas.

Os dois processos visam ao aperfeiçoamento: o mentoring mais voltado para a área profissional; o coaching alinhando vida pessoal com profissional.

O uso de uma ferramenta, no entanto, não exclui a outra. Há empresas que adotam as duas técnicas de gestão de carreira, mas com objetivos diferenciados.

Cada qual, à sua maneira, pode ajudar no desenvolvimento profissional. A questão é saber qual deles é mais indicado para o atual momento da sua carreira.

Busque seu propósito. Deixe seu legado.

Rê Spallicci