Carreira

Franquia ou negócio próprio: qual o melhor caminho para quem quer empreender?2

5 min de leitura

Franquia ou negócio próprio: qual o melhor caminho para quem quer empreender?

Nos últimos anos, com a redução na burocracia, abrir uma empresa ficou muito mais fácil e rápido. Mas se tornar um empreendedor exige ir além de apenas abrir um negócio: é preciso trilhar uma jornada de erros, acertos e aprendizados.

 16 de março de 2021

Por Antônio Brizoti Jr.

O brasileiro é um povo que tem o hábito de recorrer ao empreendedorismo para geração de renda. Seja por necessidade ou para a concretização de um projeto, é cada vez maior o número de pessoas que decidem abrir uma empresa.

Segundo o levantamento Mapa de Empresas, organizado pelo Governo Federal, o Brasil tem hoje mais de 20 milhões de empreendimentos abertos. Só no ano passado surgiram mais de 3,3 milhões novos negócios. Em contrapartida, cerca de 1 milhão tiveram que fechar as portas no mesmo período. Boa parte desse saldo positivo se deve à praticidade no processo de formalização, que tem se tornado cada vez menos burocrático.

Hoje, o tempo médio de abertura de empresa no Brasil é de 2 dias e 13 horas, isso considerando modelos desde MEI, até Sociedade Anônima. Entretanto, a facilidade nesse processo também apresenta suas desvantagens. De nada vale inaugurar um novo negócio, se dois anos depois é preciso declarar falência. Segundo a pesquisa Demografia das Empresas e Estatísticas, realizada pelo IBGE,  16% das empresas inauguradas em 2008 não chegaram ao ano de 2018.

A verdade é que mesmo com a facilidade em empreender, nem todos têm o perfil empreendedor. É preciso mais do que simplesmente vender. É necessário entender o mercado, o público consumidor, a relevância do serviço oferecido. Não digo que alguém nasce empreendedor, mas ele se torna um depois de muito trabalho, erros e acertos.

Mesmo com toda pesquisa de mercado, abrir um negócio exige assumir riscos e tomar decisões, entretanto, algumas estratégias reduzem as chances de erro. Quando se decide empreender, é possível escolher começar um negócio do zero, uma marca própria em determinado ramo que pode ter tudo para dar certo, mas fracassar por falta de experiência. Assim, um caminho possível para contornar esse obstáculo é o franchising.

Adquirir uma franquia não te torna apenas vendedor de um produto/serviço, mas é o começo de um processo que o transformará em empreendedor, pois você irá adquirir o know-how de uma empresa já atuante no mercado e pronta para prestar todo o suporte necessário. O franqueado não começa do zero, tampouco atua sozinho; ele contará com uma equipe que dará apoio para a implantação e operação do negócio, e com profissionais experientes e preparados para atender suas necessidades na administração, desde a publicidade e os produtos até a parte financeira.

Tornar-se um franqueado é contar com a experiência de uma franqueadora que já aprendeu com os acertos e erros para mostrar o melhor caminho ao futuro empreendedor. Para a marca, o franchising representa uma estratégia de expansão. O franqueado não é um funcionário, ele é um empreendedor, dono de seu negócio e deverá estar sempre em sintonia com a franqueadora.

Porém o franchising exige disciplina do franqueado para seguir regras e procedimentos elaborados de acordo com a experiência da franqueadora sobre o que funciona de fato naquele segmento ou negócio. Cabe ao franqueado ter claro entendimento de que se ele adquiriu uma franquia é para minimizar erros, e se ele não segue as diretrizes, está assumindo riscos desnecessários.

No Parça, estamos sempre em busca de pessoas dispostas a levar soluções nos locais em que atuam. Não é necessário vender, mas entender qual a necessidade da cidade, bairro ou região em que mora para apresentar um negócio que oferece um leque de serviços bancários rápidos, que levam menos de um minuto para serem concluídos. O processo para se tornar um franqueado leva em média 45 dias, mas é o tempo exato para que o franqueado entenda o modelo de negócio e a empresa compreenda o perfil empreendedor de cada um, o que diminui os riscos para ambos os lados.

Seja qual for o modelo de negócio escolhido, a dica de ouro é não desistir – nem de fazer dar certo, nem de aprender com as dificuldades. Seja qual for o nicho, mercado e modalidade escolhida, adversidades podem aparecer, e o que faz o empreendedor se destacar e alçar voo para o sucesso é a capacidade de resiliência, ou seja, de se reinventar a cada desafio.

* Antônio Brizoti é Diretor Executivo do Parça, rede de franquias especializada na prestação de serviços financeiros e essenciais em totens de autoatendimento

Antônio Brizoti



Antônio Brizoti Junior

Antônio Brizoti Junior é empresário com mais de 27 anos de experiência no franchising, e há oito trabalhando com fintechs. Foi cofundador de grandes franquias voltadas para meios eletrônicos de pagamentos. Em 2019 criou a Parça Soluções Financeiras e tem atuado na prestação de suporte para novos franqueados e expansão da marca por todo o Brasil.






Real Skills: o futuro do trabalho já chegou Carreira

Real Skills: o futuro do trabalho já chegou
Três comportamentos que acabam com sua produtividade e você nem sabe Carreira

Três comportamentos que acabam com sua produtividade e você nem sabe
O seu sucesso futuro está sendo construído agora! Carreira

O seu sucesso futuro está sendo construído agora!
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57


Open chat
Fale comigo!
Siga nas redes sociais

Política de Privacidade   Contato   Sobre


Open chat
Fale comigo!