Dietas

Conheça as principais dietas e escolha a melhor para você

Dukan, Volumétrica, Vigilantes do Peso. Como funciona cada uma destas dietas, quais seus benefícios e quais as principais dificuldades?

 17 de fevereiro de 2016
9 min de leitura



Perder peso é algo que boa parte da população anseia. Seja por motivos de saúde ou até mesmo para entrar naquele jeans que há tempos está encostado no guarda-roupa. Atire  a primeira pedra quem não gostaria de perder pelo menos dois quilinhos.
E, para isso, as opções de dietas são muitas… Mas, é claro, cada indivíduo tem suas particularidades, e uma receita que funciona com o seu amigo pode não funcionar com você.
Assim, para que você possa conhecer um pouco das principais dietas do momento e ter uma ideia de qual seria a mais indicada para o seu caso, listamos as principais delas. Confira:


Mediterrânea

A dieta Mediterrânea, utilizada por famosas como Penélope Cruz e Victória Beckham, é baseada nos hábitos alimentares do sul da Europa e do norte da África, regiões banhadas pelo Mar Mediterrâneo, e promete a perda de até 1,5 kg por semana. A dieta determina o alto consumo de gorduras do bem, encontradas nos peixes, nos grãos, nos legumes, nas oleaginosas e no azeite de oliva. Verduras, frutas e vinho (uma taça ao dia) também entram no balanço.
O maior problema da dieta é que, como ela não estabelece um limite de calorias a ser ingerido, é preciso ficar atento ao tamanho das porções. Exagerar nos alimentos gordurosos, mesmo os saudáveis, vai fazer o ponteiro da balança subir ao invés de descer.
Uma das grandes vantagens da dieta Mediterrânea é ser bem balanceada. A combinação de peixes, castanhas e vinho (só para citar alguns), além de proporcionar uma refeição saborosa, minimiza o risco de problemas cardiovasculares.


Dos Pontos

Para seguir esta dieta, além da força de vontade inerente a qualquer método de emagrecimento, é preciso dois “ingredientes” extras: um caderno e uma caneta. É isso mesmo! A  base da dieta “Dos Pontos” é anotar e calcular tudo o que foi consumido, pois a  cada alimento é atribuída uma determinada quantidade de “pontos” . Vale carregar a tabela de conversão na bolsa para não extrapolar. O limite total de pontos que podem ser ingeridos no dia é determinado por um especialista, depois de analisar algumas variáveis, como idade, altura e prática de atividades físicas (mulheres podem consumir, em média, 300 pontos).
O programa, que foi utilizado pela global Patrícia Poeta para secar 12 quilos, prevê a perda de um quilo por semana e garante uma verdadeira reeducação alimentar, porque,  à medida que a pessoa aprende a selecionar os alimentos, fica mais fácil manter o peso ideal.
Uma vantagem dessa dieta é que ele não tem restrições. Ou seja, os pontos podem ser gastos tanto em saladas quanto em chocolates. Só que seus “créditos” vão ser rapidamente consumidos, é claro, se você só ficar nas frituras e doces.

Você pode ver uma lista dos alimentos e seus respectivos pontos aqui.


Vigilantes do peso

A dieta dos Vigilantes do peso é bem próxima da dieta dos pontos, uma vez que leva em consideração o balanço energético total do dia. Para cada alimento também  é atribuída uma pontuação, de acordo com seu número de calorias — itens calóricos somam mais pontos e opções magras, menos. O programa dá prioridade aos alimentos que exigem um maior esforço para serem digeridos, como proteínas e carboidratos ricos em fibras — carnes e integrais. Mas a vantagem extra é o encontro semanal entre os participantes, quando os “vigilantes” se pesam e conversam sobre as dificuldades que enfrentam para emagrecer.
Se o método for seguido corretamente, imagina-se uma perda de 1,5 kg por semana e depois o peso se mantém facilmente. A atriz norte-americana Jennifer Hudson, por exemplo, se despediu de quase 40 kg com o passo a passo dos Vigilantes do Peso. Na dieta, vale comer de tudo, tudo mesmo, mas com moderação, claro. O que é bom, porque você pode abusar mais das guloseimas quando está mais estressado, desde que deixe alguns pontos para os alimentos que possuem vitaminas e minerais, para que seu corpo funcione adequadamente.

Dukan

O método, querido das famosas como Beyoncé, Kate Middleton, Jennifer Lopez, Fernanda Paes Leme entre outros, é um dos mais controversos e defende o consumo de proteínas magras. A primeira fase, denominada de Ataque, dura até sete dias e permite a ingestão de carnes, frutos do mar, ovos e laticínios sem gordura. A segunda, chamada de Cruzeiro, deve ser mantida até você alcançar seu peso ideal. Acrescente ao cardápio legumes, verduras e duas colheres (sopa) de farelo de aveia ao dia. A terceira etapa, Consolidação, dura dez dias para cada quilo perdido (ou seja, se você eliminou 15 quilos, deve seguir com a Consolidação  por 150 dias). Carboidratos e gorduras voltam ao menu, mas com moderação — é permitido o consumo de duas frutas por dia e duas porções de arroz por semana.Ela é mais radical e promete a perda de até 5 kg na primeira semana e 1 kg a cada sete dias nas fases seguintes. Como ela não permite a ingestão de carboidratos nas primeiras semanas,  pode causar mal-estar e fadiga. Muitos nutrólogos e nutricionistas a  repudiam  e alertam que ela pode causar distúrbios alimentares.Por ser uma dieta pobre em vitaminas e minerais, causa uma série de desequilíbrios no corpo, como baixa do sistema imunológico e enfraquecimento das unhas e do cabelo. A suplementação é recomendada desde o início.

Se quiser conhecer mais da dieta, há um site oficial do método aqui.


Volumétrica

A ideia aqui é enganar o cérebro com muito volume e poucas calorias. O processo funciona assim: você substitui alimentos calóricos por opções ricas em fibras e água, para ficar saciado(a)  por mais tempo. A melhor parte é que não é preciso comer menos, daí seu nome.A dieta reeduca os hábitos alimentares e promete a perda de 1,5 kg por semana, mas você precisa se acostumar a comer legumes e frutas para não cair na monotonia.

Atkins

A dieta é próxima à de Dukan, pois também prioriza o consumo de proteínas, ou seja, carnes, ovos, embutidos e queijos amarelos. Ficou famosa por várias celebridades que a usaram, como, por exemplo, Kim Kardashian que perdeu os 25 quilos que havia engordado na gravidez fazendo uso do método. Nas primeiras duas semanas, recomenda-se o consumo de apenas 20 gramas de carboidratos, obtidos pela ingestão de vegetais. Nas semanas seguintes, essa quantidade sobe para 45g e as oleaginosas e o iogurte são reintroduzidos ao cardápio. E quando você chegar a 4,5 quilos do seu peso ideal, poderá incluir no menu as frutas e os legumes, mas sem ultrapassar o limite de 70g de carboidratos ao dia. A dieta funciona porque suprime a liberação de insulina pelo organismo e faz o corpo achar que está em jejum. Essa mudança metabólica brusca acelera a quebra de gordura, que é usada como fonte de energia.

Apesar de proporcionar  a perda de  mais de 2 kg por semana, por ser muito restritiva, gera deficiências nutricionais. Com o passar do tempo, o rígido controle na ingestão de carboidratos causa fadiga. Afinal, o nutriente é a principal fonte de energia do organismo.

O método não trabalha com reeducação alimentar, e sim, restrições — para manter o peso você deve consumir apenas 75 g de carboidrato ao longo do dia. Aí, ao desistir e voltar a comer massas, pães e açúcar, o temido efeito sanfona aparece. Você pode conhecer mais sobre ela aqui.


Emagreça com saúde

Enfim, como você pode ver, as opções de dietas são mesmo muitas. Mas é sempre importante lembrar que, seja qual for a sua escolha, para emagrecer com saúde é muito importante contar com a ajuda e a orientação de um profissional qualificado.

 

Veja também :

Dieta da mente

Dieta Atkins

As dietas mais recomendadas em 2017

Busque seu propósito. Deixe seu legado.

Rê Spallicci