Dietas

A dieta ideal para cada tipo de corpo

Saiba como o seu biotipo influencia na dieta que você deve seguir para alcançar o corpo dos sonhos.

 9 de maio de 2017
12 min de leitura

A Dieta certa para cada tipo de corpo

Todas nós temos aquela amiga que come doce até não poder mais e veste 36 a vida toda, e outra que evita a todo custo tudo que engorda, mas está sempre um pouquinho acima do peso. E, se você não tem algumas dessas amigas, você é essa amiga! rs

Certamente, você, assim como eu, já parou para pensar: como isso é possível? E a resposta pode estar no biotipo! Sim, é verdade! Há pessoas um determinado tipo de corpo que pode comer aquele punhadinho extra de macarrão e, tudo bem…E outras que, só de olhar para os carbos, já engordam. O segredo, então, está em identificar o seu tipo de corpo e fazer uma alimentação que seja adequada a ele. Quer saber como? É o que vou lhe contar neste artigo!

 

Os tipos de corpo

Tipos de corpo - Conheça a dieta necessária para você

Então, a primeira coisa que precisamos fazer é aprender a identificar os três tipos de corpos: o ectomorfo, o mesomorfo e o endomorfo.

Os indivíduos ectomorfos têm como característica estruturas ósseas menores e membros mais finos. São aqueles atletas que vemos em provas de resistência, como maratonas, por exemplo. As mulheres têm corpos delicados e delgados, ombros estreitos, quadril e peito com pouco músculo e pouca gordura, além de braços e pernas longos. A esta categoria pertence a maior parte das modelos e jogadoras de basquete. Um exemplo clássico é a lindíssima Gisele Bündchen e aquela nossa amiga que se empanturra de doce e continua vestindo 36!

Os mesomorfos são os indivíduos com corpo naturalmente atlético, têm uma estrutura óssea de tamanho médio e, se são ativos, geralmente detêm uma quantidade considerável de massa magra. Muitos atletas explosivos, como lutadores e ginastas, se encaixam nestes critérios. Eles tendem a ter testosterona e hormônio de crescimento como dominante, o que faz com que esse perfil tenha uma predisposição para o ganho muscular e a manutenção de uma gordura corporal inferior.

As mulheres costumam ter o torso e os ombros mais largos, a cintura e quadris estreitos, pouca gordura corporal e membros mais fortes musculosos. Madonna e Cláudia Raia são exemplos desse estilo de corpo. E eu também me enquadro por aqui!

E, por fim, os endomorfos que têm uma estrutura óssea maior e quantidade de massa corporal total e massa gorda. Eles tendem a ser naturalmente menos ativos e a ter mais dificuldade de queimar o excesso de calorias que, normalmente, acabam armazenadas como gordura. As mulheres são aquelas mais curvilíneas, cujo corpo, algumas vezes, é associado ao formato de uma pera, com estrutura maior, quadris largos e maior porcentagem de gordura corporal, porém com ombros, tornozelos e pulsos mais estreitos. A atriz Kate Winslet e as cantoras Jennifer Lopez e Beyoncé estão entre as famosas com esse perfil, junto à nossa amiga que engorda só de olhar para um pãozinho francês!

Conheça os três tipos de corpo

Mas são poucas as pessoas que se encaixam perfeitamente em somente uma das três categorias. Muitas vezes, os indivíduos têm misturadas características desses corpos e, além disso, anos de treinamento e boa nutrição podem mudar a aparência externa do corpo.

Por exemplo, um fisiculturista pode ser confundido com um mesomorfo “natural” quando, na verdade, ele ou ela devem ser um endomorfo que treinou muito e fez uma dieta pesada. Por outro lado, um ectomorfo, que fez anos de academia e tomou muita proteína, se confunde com um mesomorfo, e assim por diante.

No entanto, é possível que a maioria das pessoas encontre suas tendências gerais em um dos três grupos. E você já encontrou o seu biótipo?

 

Qual a melhor dieta para o seu tipo de corpo?

Bom, agora que você já conhece e identificou qual o seu tipo de corpo, vamos entender um pouco sobre a dieta ideal para cada biótipo.

 

Ectomorfos

Em um mundo que continua ficando cada vez mais gordo, não é fácil ser um ectomorfo. Quando todos ao seu redor estão sempre brigando com a balança para perder peso, o ectomorfo tem problemas para ganhar peso.

Todos olham com inveja para o ectomorfo, porque ele pode bater um cheeseburger com batatas fritas, sem adicionar uma polegada à sua cintura, mas ninguém imagina a dificuldade que ele tem para tentar adicionar um centímetro aos seus braços ou ao seu bumbum, no caso das garotas.

O problema é que os ectomorfos têm dificuldade para acumular gordura e ganhar músculos. Seu estado natural é magro e, para ele adicionar massa magra ao corpo, o esforço pode parecer ser dobrado. Com essas características, a dieta indicada, neste caso, pode conter mais carboidratos, juntamente com uma proteína moderada e menor ingestão de gordura. A distribuição de nutrientes para este tipo de corpo pode ser cerca de 55% de carboidratos, 25% de proteínas e 20% de gordura.

 

Aproveite os carboidratos

Os carbos devem representar uma porcentagem significativa da alimentação do ectomorfo. Claro que sempre priorizando os carbos mais saudáveis, como batata-doce, pão integral, arroz integral, etc. Além disso, para aqueles que treinam, é indicado que beba carboidratos simples durante o treino. Isso vai dar mais energia, principalmente, para a parte final do treino.

 

Capriche na proteína

Mas não é porque o ectomorfo pode abusar um pouco mais dos carboidratos que ele não tem necessidade de proteína! Muito pelo contrário, sobretudo se o objetivo for ganhar massa magra, a dieta deve conter proteínas em todas as refeições. Isso significa ovos para o café da manhã, no meio da manhã nozes (que são principalmente gordura, mas contêm proteínas), frango para almoço, um pós-treino com um shake de proteína e um belo bife ao jantar.

 

Coma regularmente a cada duas horas

Outro fator importante na dieta do ectomorfo é que ele precisa comer a cada duas ou, no máximo, quatro horas. Como a taxa metabólica dele é rápida, precisa estar constantemente se alimentando. E ainda, se a pessoa quiser ficar maior, comer com regularidade precisa se tornar um trabalho constante.

E nada de desculpas. Não é porque você não precisa se preocupar em emagrecer que vai fugir de uma dieta saudável. Por isso, sempre deve incluir salada em todas as refeições.

 

Mesomorfos

Mesomorfos se dão melhor com uma dieta mista, que consiste em carboidratos equilibrados, proteínas e gorduras. Uma divisão de macronutrientes de 40% de carboidratos, 30% de proteínas e 30% de gordura pode funcionar bem para os indivíduos desse perfil, conforme recomendam os nutricionistas.

Alimentação equilibrada

O tipo de corpo mesomorfo é caracterizado por um físico naturalmente atlético, com músculos bem desenvolvidos. No entanto, isso não significa que ele pode comer o que quiser e deitar-se no sofá, durante todo o dia, que vai ficar com o corpo dos sonhos. Se ele quiser evitar o ganho de gordura e ter uma saúde geral melhor, também precisa de uma dieta orientada.

Eles devem se concentrar em vegetais sem amido, frutas frescas, proteínas magras, grãos integrais, produtos lácteos com baixo teor de gordura ou sem gordura, nozes e sementes.

 

Exemplo de cardápio

Para o café da manhã, os mesomorfos podem apreciar uma porção de aveia, amêndoas cortadas e um ovo. No almoço, uma substanciosa salada com folhas verdes, tomates, pepinos e cogumelos faz uma boa base para quinoa e feijão ou peito de frango grelhado para proteína magra. Para obter gorduras saudáveis ​​podem temperar a salada com azeite de oliva e sementes de gergelim. No jantar, uma porção de proteína magra, como o salmão, com legumes refogados e uma porção de grãos integrais, arroz integral, por exemplo. Alimentos lácteos de baixo teor de gordura, como queijo cottage, aliados a frutas frescas, podem ser um lanche gostoso e saudável.

 

Endomorfos

Como os endomorfos têm uma estrutura óssea maior, com quantidades de massa corporal total e massa gorda, eles tendem a ser naturalmente menos ativos, e o excesso de calorias é mais susceptível de ser armazenado como gordura. Este perfil leva a uma maior propensão para o armazenamento de energia, incluindo a massa magra e a massa gorda, o que também pode significar uma menor tolerância aos carboidratos.

Por isso, os endomorfos devem ter uma dieta com maior ingestão de gordura e proteína, ingerir carboidratos de modo bem controlado, e consumidos, prioritariamente, após os exercícios. Em resumo, o recomendado é mais gordura e proteína e menos carboidrato.

A distribuição de nutrientes para este tipo de corpo pode ser de cerca de 25% de carboidratos, 35% de proteínas e 40% de gordura.

 

Recomendações

Endomorfos tendem a ter um metabolismo mais lento do que outros tipos de corpo. Por isso, mudar o tipo e a frequência das refeições pode ajudar a aumentar na perda de peso. Em vez de comer três grandes refeições por dia, comer cinco ou seis refeições menores a cada três ou quatro horas de intervalo é o mais recomendado. As refeições frequentes e os petiscos saudáveis ​​mantêm seu metabolismo elevado, ao longo do dia, e os impedem de sentir fome. Comer uma maçã, por exemplo, fornece significativamente menos calorias do que um volume semelhante de batatas fritas ou uma barra de chocolate. Devem também comer abundância de proteína magra e carboidratos ricos em fibras, como grãos integrais, legumes, frutas e legumes, em vez de alimentos açucarados ou processados.

 

Muito cuidado!

Como os endomorfos já tendem a armazenar excesso de calorias como gordura, uma dieta extremamente baixa em calorias reduz sua capacidade de perder peso, porque seu corpo é jogado em modo de atenção, e passa a “segurar” as suas reservas de gordura. Dietas que afirmam perda de peso rápida e fácil podem funcionar em curto prazo, mas eles provavelmente vão ganhar de volta o peso rapidamente, logo que deixarem de seguir o plano e terão mais gordura corporal e menos músculo do que quando começaram.

Bom, tenho certeza de que, com estas dicas, você estará mais preparado para entender qual o seu corpo e como deve ser a dieta ideal para o seu biótipo.

É claro que deve ter sempre em mente que cada organismo é de uma maneira, e que estas dicas não substituem a necessidade de você procurar um profissional de nutrição capacitado, a fim de melhor orientá-lo. E fazer exercícios sempre! E também com orientação profissional!

E o mais importante: ame seu corpo do jeito que ele for, ecto, meso ou endo! Todos podem ser lindos e saudáveis. Isso só depende de você e de seus hábitos alimentares e de vida!

Como eu sempre falo! Não existe receita para transformar o processo de emagrecimento ou de ganho de peso em uma coisa simples, porque o que é difícil para uma pessoa pode ser fácil pra outra e vice-versa. Porém, com essas dicas, muita força de vontade e foco, a sua trajetória pode ser facilitada!

Leia também:

As dietas mais recomendadas em 2017

A dieta ideal para cada tipo de corpo

Nove dicas para fazer a sua dieta dar certo

Busque seu propósito. Deixe seu legado.

Rê Spallicci