Fitness

Siga estes 12 passos e conquiste o corpo dos sonhos definitivamente

Dieta, alimentação, hidratação. Estes são apenas alguns aspectos para alcançar o corpo que você deseja!

 7 de abril de 2017
15 min de leitura



Conquistar aquele corpo com que você sempre sonhou não é uma tarefa fácil, mas também está longe de ser uma missão impossível! E eu sou prova viva disso! De uma menina que, na infância, sempre teve problemas com a balança à atleta profissional fitness, eu posso dizer com propriedade que, por meio de muito esforço, treino, dedicação e alimentação regrada é possível, sim, chegar ao corpo com que você sempre sonhou!

Muito além da silhueta

Ter um corpo dos sonhos vai muito além de ter uma bela silhueta. É, acima de tudo, ter um corpo saudável e, para isso, a atividade física é a arma principal. As atuais recomendações da Organização Mundial de Saúde mostram que a atividade física regular produz benefícios de saúde em longo prazo.

O exercício físico ajuda a tonificar e a esculpir a silhueta, levanta a autoimagem e a autoestima, aumentando o bem-estar e o otimismo.

E para o organismo os benefícios são múltiplos. A atividade física reduz a pressão arterial, melhora o nível de colesterol das lipoproteínas de alta densidade e de controle de glicose no sangue, preserva ou potencializa a mineralização óssea e reduz o risco de câncer do cólon e
da mama nas mulheres.

E ainda tem mais: contribui para a preservação da função cognitiva e diminui o risco de depressão e de demência, o estresse e
melhora a qualidade do sono.

Bom, que fazer atividade física é fundamental não precisamos mais falar, certo? Então, agora, eu vou compartilhar com vocês algumas dicas que fui colhendo pelo caminho sobre os passos essenciais que você precisa dar para que também alcance os seus objetivos. Vamos lá?

1 – Conheça o seu corpo

O autoconhecimento é um aliado essencial para qualquer coisa que você pretenda realizar, e isso não seria diferente em relação ao seu corpo.

Então, primeiramente, tenha consciência do seu corpo, dos seus limites e dos resultados que você busca atingir.

Para começar, deve confirmar o seu peso e altura, caso ainda não saiba ou não tenha certeza, e checar qual o peso ideal para você, tendo em vista sua idade e altura. Assim, você saberá o que deve mudar antes.

Se estiver acima do peso, o seu primeiro passo poderá ser emagrecer. Caso seu peso esteja adequado, talvez você queira perder gordura e construir músculos. Tudo depende do que você quer para o corpo e qual o ideal de perfeição que você anseia.

É importante também que defina o que é um corpo perfeito para você, e não entre na onda do que a mídia diz ou a sociedade impõe. Até porque, no final das contas, o corpo é seu e você é que tem que se agradar dele, antes de qualquer pessoa.

Além disso, busque uma perfeição possível para o seu caso. Cada pessoa tem um corpo com características diferentes, e tentar atingir o que outra pessoa tem pode não ser o mais saudável para você, em termos psicológicos e físicos.

2 – Estabeleça seus objetivos

Depois de conhecer bem o seu corpo e definir quais características precisa mudar, o próximo passo para ter o corpo dos sonhos é criar pequenos objetivos a serem cumpridos ao longo do tempo.

Não adianta querer sair de um manequim 48 para um corpo de musa fitness, em questão de um mês, pois você só vai se decepcionar.

Estabeleça, sim, uma meta grande, para alcançar a longo prazo, e pequenos objetivos para cumprir em períodos mais curtos: uma semana, um mês, um bimestre, e assim por diante. Perceber essas pequenas vitórias são um incentivo essencial para que possa seguir adiante com a motivação em alta.

3 –Cerque-se de bons profissionais

Atividade física e alimentação são os dois pilares da nossa busca pelo corpo dos sonhos e, em ambos, ter uma ajuda profissional é indispensável. Afinal, conquistar o corpo dos sonhos é também (e principalmente) alcançar um corpo saudável! Portanto, antes de se matricular em uma academia ou começar a fazer uma dieta famosa, procure o seu médico de confiança.

Conte a ele o que você deseja fazer, pergunte que tipo de atividade física é a mais indicada e que outras você está ou não apta a praticar. Ao traçar um plano alimentar, tenha sempre a ajuda de um nutricionista. Só assim você não corre o risco de deixar de consumir os nutrientes de que precisa para que seu organismo funcione direitinho, enquanto tenta perder peso.

E, ao escolher um exercício físico, procure a ajuda de um profissional de educação física. Ele lhe ensinará as técnicas certas da atividade, o que evita acidentes e poderá auxiliar, a fim de evitar lesões.

4 – Coloque a atividade física em suas prioridades

A gente arruma tempo para o trabalho, para a família, para os amigos, para aquele curso de inglês, para fazer a unha… Então, não me venha com esse papo de que não consegue praticar exercícios por falta de tempo, né? Coloque a atividade física como algo prioritário em sua vida e reserve, no mínimo uma hora, três vezes por semana, para praticar atividades físicas.

5 – Escolha uma modalidade que lhe agrade

Eu amo musculação e treino com o maior prazer do mundo! Mas conheço pessoas que não curtem e preferem nadar ou correr, ou andar de bicicleta. Não importa qual modalidade escolher, o importante é que ela lhe traga também prazer. Gostar do esporte que pratica é o principal fator motivador e aquele que predispõe as pessoas a se exercitarem durante mais tempo.

É importante também perceber as suas limitações individuais e escolher uma atividade física que esteja de acordo com o seu corpo e seus objetivos.

E opções não faltam. Por exemplo, mesmo quem tem o foco na perda de peso, pode fazer musculação, porque ajuda a queimar mais calorias. É que quanto mais músculos uma pessoa possui, maior é a sua queima calórica, mesmo quando ela não está se exercitando.

Há ainda o Treino Intervalado de Alta Intensidade (TIAI ou HIIT, sigla em inglês), um tipo de treinamento que intercala períodos de exercício de alta intensidade com intervalos para descanso. Dá para correr, nadar, pedalar e até andar na esteira em um treino HIIT.

De acordo com o Colegiado Americano de Medicina Esportiva, a vantagem dele é que promove a aceleração do metabolismo por até 24 horas depois que a sessão de exercícios já acabou, o que também torna a queima de calorias mais eficiente, até quando não estiver malhando.

E para quem deseja criar músculos, uma opção é a musculação funcional, que trabalha os músculos do corpo de maneira geral, em exercícios compostos que imitam movimentos rotineiros do dia a dia, como agachar, saltar e correr, e não focam somente no crescimento de uma região muscular do corpo em detrimento de outro.

6 – Beba muita água

Você sabia que, quando a gente sente sede, significa que nosso corpo já desidratou? Por isso, crie o hábito de tomar água ao longo de todo o dia, mesmo sem sentir sede. Há alguns aplicativos que ajudam a lembrar da hidratação, de tempos em tempos, e ainda, controlam a quantidade de água que você tomou naquele dia. O recomendado é beber de 8 a 10 copos para quem não costuma praticar exercícios físicos, mas, como depois de ler este texto, todo mundo vai sair detonando nos esportes, rs rs, os que fazem atividades como nós precisam, no mínimo, de 10 a 12 para se manterem hidratados!

Fazer exercícios e não tomar água pode acarretar diversos riscos, desde perder os reflexos até mesmo sofrer uma síncope ou uma hipertermia. E, para além disto, ainda se arrisca a sofrer uma tendinite, uma ruptura tendinosa, uma distensão muscular, contraturas e cãibras.

A água hidrata, deixa a sua pele mais limpa, ajuda a eliminar as impurezas do seu corpo e pode até contribuir com aquela fome louca que surge do nada. O líquido participa de todos os processos que ocorrem no organismo, participando da digestão e da regulação da temperatura corporal.

7 – Gaste mais do que consome

Para ter o corpo dos sonhos, a sua relação entre calorias que você gasta e consome deve ser inversamente proporcional ao que você deve fazer com o seu salário! Rs…Se, tratando de dinheiro, a gente tem que ganhar mais do que gasta, no caso do nosso corpo, essa fórmula básica do emagrecimento é exatamente consumir menos do que gasta. Conheço um monte de gente que acha que, por estar malhando bastante, pode comer dobrado, e que mesmo assim vai emagrecer. Porém, a conta não é exatamente assim. Isso só vai ocorrer, se você não recuperar as calorias que acabou de gastar no exercício, quando for comer de novo. Assim, além de ir para a academia todo santo dia, quem deseja ter o corpo dos sonhos precisa cuidar da alimentação e certificar-se de não extrapolar na quantidade de calorias, ou colocará todo o seu esforço a perder.

8– Tenha consistência e paciência…

Conseguir conquistar um corpo dos sonhos é um trabalho que exige consistência e paciência. Não é um projeto de curto prazo, mas sim, algo com o que você precisa verdadeiramente se comprometer. Não adianta nada numa semana pegar superpesado e, na outra, relaxar. O importante é ter regularidade para alcançar os objetivos traçados.

E, além da persistência, é necessária muita paciência. Isso porque, muitas vezes, os resultados não virão na velocidade que você gostaria e, assim, é essencial ter ciência de que esse comprometimento com o resultado é algo que você precisará levar sempre consigo e não somente em um período de sua vida! Mas pode acreditar que, com o esforço contínuo, os resultados positivos aparecerão.

9 – Escolha a dieta mais bem indicada para você

Existem vários programas de dieta disponíveis para os mais diversos objetivos e, se você quiser saber mais sobre elas, poderá conferir a matéria Tire o melhor das dietas da moda e perca peso de forma saudável.

Observe que cada corpo é de um jeito, e cada pessoa se adapta melhor a um tipo de dieta, por isso, é importante que escolha a mais indicada para você com a ajuda de um profissional.

Qualquer que seja o seu objetivo e a dieta que escolher, o ideal é garantir que você obtenha uma boa variação de nutrientes, com vitaminas, minerais, proteínas, carboidratos e fibras, para que a sua saúde não seja prejudicada ao longo do processo.

10 – Abuse das fibras e escolha as fontes corretas de carbo

Já que falamos nas fibras, não podemos deixar de mencionar que elas são importantes em uma dieta para emagrecer, por contribuírem com a sensação de saciedade do organismo. Isso significa que, ao incluí-las na alimentação, você ganha uma forcinha na hora de controlar a fome.

Alguns alimentos que servem como fontes de fibras são: lentilha, aveia, arroz integral, maçã, banana, laranja, morango, figo seco, feijão preto, amêndoas, brócolis e cenoura.

Você certamente já deve ter ouvido falar das dietas que limitam o consumo de carboidratos, devido ao fato do nutriente ser armazenado como gordura ao ser ingerido em excesso.

Pois bem, para evitar que isso aconteça, além de não comer mais carboidratos do que o necessário – a recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS) é de 275 g por dia em uma dieta de 2 mil calorias -, é saber escolher boas fontes de carboidratos.

E quais são elas? Os chamados carboidratos complexos, com baixo índice glicêmico. Eles são absorvidos de maneira lenta pelo organismo e fornecem energia de maneira constante e estável por certo tempo, contribuindo com a saciedade. Ao contrário deles, os carboidratos simples promovem um aumento instantâneo de energia, mas que logo cai e traz consigo o aumento de apetite.

Alguns alimentos ricos em carboidratos bons são: cenoura, brócolis, batata-doce, pão integral, berinjela, aveia, lentilha, tomate e repolho.

11 – Mude verdadeiramente seus hábitos

É o que já falamos no item oito:  a conquista do corpo dos sonhos é um processo que deve ser permanente. Não adianta você fazer uma dieta maluca, malhar até não poder mais e, depois de um tempo, relaxar e recuperar tudo o que perdeu. Por isso, eu acredito fortemente que o corpo dos sonhos começa em sua mente! Só realmente mudando hábitos e aceitando um novo estilo de vida, conseguirá chegar lá!

Para obter o corpo dos sonhos e mantê-lo, o ideal é que mude o seu estilo de vida e e persista na mudança. Estamos falando aqui de uma reeducação alimentar aliada à prática regular de atividades físicas.

12 – Ame-se do jeito que você é!

Claro que a gente sempre pode melhorar. E ter o plano de alcançar o corpo ideal é uma boa motivação para adquirir hábitos mais saudáveis e para implementar um estilo de vida que levará você a uma vida mais plena. Mas você não precisa chegar naquele corpo perfeito para ter uma relação de amor com o seu corpo e consigo.  Mesmo com uns quilinhos a mais ou com menos músculos do que gostaria, o importante é se amar. Se você não consegue se amar com o corpo que tem hoje, quem garante que gostará de si com o corpo que deseja?

O amor próprio que a levará a buscar um corpo mais saudável e bonito deve ser o mesmo que você deve ter para entender que ninguém é perfeito! Não se acomode e busque sempre maneiras de melhorar, mas não deixe que isso faça com que deixe de se gostar do jeito que você é hoje!

Leia também:

A dieta ideal para cada tipo de corpo

Você ama seu corpo?

Treinamento do Core é fundamental para um corpo em equilíbrio

Busque seu propósito. Deixe seu legado.

Rê Spallicci