Fitness

De volta à boa forma

Saiba como voltar à forma pós-parto com saúde e fazendo os exercícios corretos, nesta matéria especial com o educador físico Alexandre Alves, da FitMommy, academia especializada nas mamães.

 11 de dezembro de 2015
4 min de leitura

De volta à boa forma!

A gestação é um período que mexe muito com o corpo da mulher. Afinal, são dez quilos ou mais só no barrigão. Isso sem contar os desalinhamentos posturais e a movimentação de órgãos internos que abrem espaço para a nova vida. Por isso, a volta aos exercícios e à boa forma após a gravidez é tarefa tão difícil.

Na ânsia por logo voltar ao amado jeans de antigamente, muitas mulheres se submetem à rotina puxada de exercícios e dietas malucas, arriscando totalmente a saúde.

Portanto,  exercícios após a gravidez, só com liberação médica, variando, em média de 45 a 60 dias, para parto cesariana, e de 20 a 30 dias, para parto normal.

E, se a vontade após esse período é sair correndo loucamente ou fazer abdominais para “perder logo a barriga e queimar as gordurinhas”, contenha-se. Estes exercícios são proibidos para o pós-parto imediato.

Quem fala isso é Alexandre Alves, educador físico especializado em gestantes e mulheres no pós-parto e dono da academia FitMommy, que mantém programas voltados a esse público.  “Exercícios abdominais empurram o abdômen ainda mais para fora e exercem uma pressão enorme sobre o assoalho pélvico. As corridas também pressionam o assoalho pélvico e agravam casos de incontinência urinária”, revela.

Segundo o professor, no pós-parto imediato, a preocupação é primeiramente postural, alinhando coluna e pelve, aliada ao fortalecimento, estabilizando articulações.  “Tudo isso somado a exercícios para a recuperação de massa muscular e aeróbicos sem impacto”, complementa. Isso porque, na gravidez, os ligamentos e músculos ficam mais frouxos, e o primeiro passo é restabelecer estes tecidos, levando-os à antiga forma.

Exercícios hipopressivos

Um método que vem trazendo excelentes resultados em programas pós-parto, são os exercícios hipopressivos. Apesar de ter sido criado em 1985, pelo fisioterapeuta especializado em saúde da mulher belga Marcel Caufriez, só agora vem sendo utilizado no Brasil para este fim.

 

Método também é conhecido como a técnica da barriga negativa

 

A técnica, que pode ser usada por todas as pessoas e é a conhecida como a técnica da barriga negativa,   trabalha com os músculos do assoalho pélvico, do abdômen e das costas e é realizada em uma combinação de exercícios, produzindo movimentos denominados manobras de aspiração diafragmática. Assim,  os órgãos internos inferiores como a bexiga, o intestino e o útero são puxados para cima, o que estimula a musculatura do assoalho pélvico, torna o períneo mais forte e diminui a compressão dos discos da região da coluna.

“Este método é um dos principais diferenciais do programa que mantemos na FitMommy, e  que, aliado a outros exercícios específicos e a planos individualizados, ajuda a mulher a recuperar sua forma”, explica Alexandre.

Ter um corpo bonito e em forma é um ideal que boa parte das mulheres persegue, mas deve-se  sempre levar em consideração a saúde, nunca colocando os objetivos estéticos em primeiro lugar.

“Fazer exercícios em excesso não é bom em momento algum e, se a mulher estiver amamentando, então, pode trazer problemas também para o bebê, pois  muito exercício pode causar acúmulo de ácido lático no corpo da mulher, o  que vai refletir no sabor do leite, com o risco de o bebê rejeitá-lo”, alerta.

Sendo assim, a melhor receita para voltar à boa forma pós-parto é reconhecer os seus limites, aceitar o novo corpo e trabalhar visando a uma recuperação com saúde, fazendo exercícios de forma correta e mantendo uma dieta equilibrada. Com certeza, em breve, aquele jeans vai se adaptar às novas curvas, e você se sentirá ainda mais bonita e, principalmente, uma mãe feliz e cheia de saúde.

Busque seu propósito. Deixe seu legado.

Rê Spallicci