Fitness

Na capa da Panamby Magazine, defendendo um dos pontos que mais amo na cidade

Renata Spallicci está na capa da Panamby Magazine e conta um pouco sobre a matéria e sua luta em defesa do Parque Burle Marx.

 29 de abril de 2016
4 min de leitura

Na capa da Panamby Magazine, defendendo um dos pontos que mais amo na cidade

Gente! Não sei se vocês viram, mas essa semana eu saí na capa da Panamby Magazine! Nossa, fiquei megafeliz! A matéria foi muito top. Falei sobre minha paixão pelo esporte, minhas crenças de vida, sobre a importância que dou para as escolhas de propósitos, enfim, não vou estragar a leitura de vocês! Vocês tem que ler porque ficou muito legal (confira aqui)! rs

Mas o principal tema, como não poderia deixar de ser nessa publicação, foi minha relação com o bairro do Panamby e com o Parque Burle Marx.

Sou nascida e criada no Portal do Morumbi e sempre tive um sentimento muito forte de ligação com o bairro e seus arredores. Hoje, moro no Panamby, que é quase que uma continuação do Morumbi, e resolvo toda minha vida por lá. Minha avó e meus pais moram também no bairro, conheço cada ruazinha e me sinto super à vontade na região.

E para quem vive nesse local da cidade, como eu, o parque Burle Marx é uma verdadeira referência. Criado em 1995 e com uma área de 138 mil m² (Tombado Patrimônio Histórico – Condephaat), o parque conta com uma ampla fauna e flora, além de edificações valiosas para nossa história e arquitetura, como a “Casa de Taipa e Pilão”, datada do século XIX e utilizado pelo denominado “Ciclo Bandeirista”, além do próprio Jardim Burle Marx, que é um patrimônio histórico-cultural.

É um lugar que amo estar para praticar exercícios ou simplesmente para estar em conexão com a natureza. Uma verdadeira ilha verde de tranquilidade em meio à selva de pedra paulistana.

Por isso, achei muito demais ter a chance de falar um pouco sobre minha relação com o bairro e o parque, ainda mais em um momento como este, quando o Burle Marx vem sendo alvo de intensa discussão entre o poder público e os  moradores da região. Isso porque, com a nova lei de zoneamento, há a possibilidade de perda de um amplo  espaço para empreendimentos imobiliários. Assim, todos aqueles que, como eu, amam e desfrutam do local, estão unidos para defender esse patrimônio da cidade.

O SOS Panamby, movimento formado por um grupo de moradores da região, já reuniu mais de 25 mil assinaturas em favor do parque. Yes! E eu, como moradora e frequentadora assídua desse espaço tão lindo e cheio de verde, também estou nesta luta.

Fiquei megahonrada de estar nessa matéria , de poder compartilhar um pouco da minha história e muito feliz pelo carinho com que fui tratada pelos jornalistas e editores da Panamby Magazine, Luiza Oliva e Marcelo Santos. Foram horas superagradáveis que passei com eles no Parque, falando sobre minha vida, minha rotina esportiva e fazendo fotos para a revista.

A eles, gratidão pelo convite mais que especial e por serem tão assíduos nesta luta que é para o bem de todos!

Espero que gostem da matéria e também que entrem conosco nessa batalha para defendermos um dos poucos locais em que ainda há o  verde e é  preservado em nossa cidade.

Gratidão por ter vocês comigo!

Renata Spallicci

 

Mais sobre Sampa? Relembre aqui meu post da data do aniversário de São Paulo quando também falei sobre o Parque Burle Marx e sobre outros lugares da cidade, onde  curto malhar ao ar livre.

Busque seu propósito. Deixe seu legado.

Rê Spallicci








Abrir Conversa
Fale comigo!
Abrir Conversa
Fale comigo!