fbpx Câncer de mama (ou outubro rosa) – 11 mudanças de hábitos simples que podem ajudá-la a diminuir o risco de contrair câncer de mama - Renata Spallicci

RENATA SPALLICCI

Realização

29/10/2019

Outubro Rosa – 11 hábitos saudáveis contra o câncer de mama

Saiba como mudanças simples em seus hábitos de vida podem ajudá-la a diminuir o risco de contrair câncer de mama

Estamos no finalzinho do mês, mas ainda é tempo de falarmos sobre o Outubro Rosa! Afinal, como mulher e defensora de uma vida saudável, não poderia ficar fora dessa campanha de conscientização sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama e do câncer de colo do útero.

Mas, apesar de o câncer de mama estar ligado a uma série de fatores que fogem ao nosso controle, há hábitos que, comprovadamente, nos auxiliam a tentar evitar a doença. E a boa notícia é que nunca é tarde para mudarmos hábitos, não é mesmo? Especialistas dizem que há 11 hábitos de vida saudáveis que ​​são cientificamente comprovados para reduzir nosso risco de contrair câncer de mama.

Vamos conhecê-los (e praticá-los)?

11 hábitos saudáveis contra o câncer de mama

Mantenha seu peso saudável

Se você está com sobrepeso ou obesidade, seu risco é muito maior do que o das mulheres magras. Isso ocorre porque as células adiposas liberam substâncias como estrogênio, que, acredita-se, aumenta o risco de câncer de mama

Um estudo descobriu que uma perda de peso de apenas 5% poderia reduzir o risco de câncer de mama de 25 a 40%. Um estudo publicado constatou ainda que as mulheres obesas – aquelas com um índice de massa corporal de 35 ou mais – eram quase 60% mais propensas a desenvolverem um câncer de mama invasivo do que as mulheres com peso saudável.

Modere o consumo de álcool

Cortar o álcool é tão importante quanto perder peso, quando se trata de prevenção do câncer de mama. Mais de cem estudos observacionais associaram a bebida a um risco aumentado de câncer dessa doença. Um estudo recente sugere que mesmo uma bebida por dia nos coloca em maior risco.

Faça exercício regularmente

Numerosos estudos associaram o exercício físico a uma diminuição do risco. E este dado é mensurável. Uma meta-análise recente encontrou uma redução de 3 a 5% no risco, a cada duas horas de exercício moderado a vigoroso por semana.

“Se pudéssemos fazer com que todos se mexessem e se exercitassem, alteraríamos muitos resultados de saúde, incluindo doenças cardíacas e redução de câncer”, diz Susan Domchek, professora de medicina e diretora do Basser Center da BRCA, no Perelman –  Faculdade de Medicina da Universidade da Pensilvânia.

Evite carne vermelha

Ouvimos isso há anos: carne vermelha é uma má notícia. Certamente é verdade quando se trata da saúde da mama. Estudos descobriram que o risco de câncer de mama cresce com o aumento da quantidade de carne vermelha consumida.

De fato, um relatório descobriu que cada 100 gramas adicionais de carne vermelha aumentam o risco em 4%.

Opte por peixe em vez de carne

Os ácidos graxos ômega-3 e outros nutrientes dos peixes ajudam a diminuir o risco de câncer de mama.

Coma mais soja

Um estudo recente descobriu que mulheres que consomem quantidades moderadas de soja têm menor risco de desenvolver câncer de mama. Uma meta-análise realizada em mulheres na Ásia descobriu que comer alimentos à base de soja reduziu o risco em 11%.

Abuse das especiarias

Evidências mostram que a curcumina – um dos principais ingredientes do curry – é tóxica para as células cancerígenas. E não é apenas a curcumina, uma série de outras especiarias parece ter potencial anticâncer, incluindo gengibre, cravo, canela, pimenta preta e pimenta vermelha.

Consuma mais azeite

Salpique azeite em suas saladas ou em um pedaço de pão italiano bem crocante.

Um estudo descobriu que a ingestão de uma dieta mediterrânea reduziu o risco de câncer de mama em 41%, enquanto a ingestão de uma dieta mediterrânea, juntamente com o consumo liberal de azeite, reduziu o risco em 68%.

Inclua mais fibras em sua alimentação

Quer se trate de frutas, vegetais ou grãos integrais, a fibra é boa para a saúde da mama. Estudos descobriram uma redução de até 5% no risco de câncer de mama por cada 10 gramas de fibra por dia, adicionada à dieta de uma mulher.

Durma bem

Procure dormir entre seis e nove horas todas as noites. Estudos mostram que dormir menos de seis horas a cada noite aumenta o risco de câncer de mama nas mulheres em quase 50%. Mas dormir demais também não é bom. As mulheres que dormiam nove ou mais horas corriam um risco 60% maior do que aquelas que dormiam em quantidade saudável.

Outros hábitos noturnos também desempenham um papel importante. Um estudo constatou que as mulheres que trabalhavam no turno da noite, especialmente aquelas que tinham menos horas de sono, corriam maior risco de contrair a doença. De fato, apenas trabalhar no turno da noite aumentou o risco das mulheres em 34%.

Não fume

Embora os estudos tenham sido variados sobre o impacto que o tabagismo exerce sobre o câncer de mama, especificamente, é sabido que fumar é um fator de risco considerável para o câncer em geral. Portanto, fique longe do cigarro!

E lembre-se: o câncer de mama é um dos cânceres com maior incidência em todo o mundo. No Brasil, são esperados aproximadamente 57 mil casos novos da doença a cada ano. Mas, se a incidência da doença assusta, os números sobre a cura com a detecção precoce do tumor são bem mais animadores. Descoberto em sua fase inicial, a possibilidade de cura se dá em até 95% dos casos. Por isso, campanhas como o Outubro Rosa são fundamentais para conscientizar as mulheres sobre a necessidade de visitas regulares ao ginecologista e a realização de mamografias anuais, a partir dos 40 anos.

E você, já fez seus exames anuais? Não espere mais tempo! Marque agora mesmo consulta com seu médico e previna-se!

Leia também

Outubro Rosa – Mês de prevenção do câncer de mama

Outubro Rosa – autoestima e câncer de mama

Num piscar de olhos

Busque seu propósito. Deixe seu legado

Rê Spallicci

Renata Spallicci

Atleta profissional fisiculturismo WBFF, executiva, empresaria, coach, influenciadora digital, escritora, palestrante motivacional e realizadora social fundadora do movimento Fit do Bem.

renataspallicci.com.br
fitdobem.com.br
dosonhoarealizacao. com.br