Realização

Dica de Filme- “Ensina-me o amor” vai além de comediazinha romântica

4 min de leitura

Dica de Filme: “Ensina-me o amor” vai além de comediazinha romântica

Filme mostra trajetória de autoconhecimento e de descoberta de propósito, de forma divertida e sensível.

 24 de abril de 2016

Sabe aqueles dias que você está a fim de assistir a um filme leve, despretensioso, divertido? Então, num desses dias, entre  milhões de opções que agora a gente tem ao alcance do controle de TV, acabei escolhendo o filme “Ensina-me o amor”, com Pierce Brosnan, Salma Hayek, Jessica Alba e Ben McKenzie.

A sinopse indicava uma dessas comédias românticas que a gente adora. “Richard Haig (Pierce Brosnan) é um professor de poesia em Cambridge que encontra sua alma gêmea (Salma Hayek), mas só aceita repensar seu estilo de vida após engravidar a irmã da amada, a universitária Kate (Jessica Alba).”

Mas o filme é muito mais do que a sinopse mostra. O tal professor de Cambridge tem uma fixação pela figura paterna, um professor de poesia (claro, olha aí a projeção) super-rebelde, mulherengo e que não cria vínculos com nada em sua vida: seja esposa, família ou convenções sociais. E é assim que Richard cresce e envelhece, querendo seguir este “exemplo” para, quem sabe assim, ser aceito pelo pai. Sem vínculos, sem propósito e levando uma vida superficial.

Mas com o desenrolar do filme, em um “quase acidente”, sua aluna-namorada engravida e ele encontra um novo propósito na  vida com o nascimento do seu filho. Começa, assim,  sua trajetória de mudança rumo a uma vida com mais sentido e objetivos.

E foi aí que o filme me pegou. Aos poucos, o personagem de Richard vai se despindo daquela visão superficial do mundo e vai entendendo a importância do amor em tudo que fazemos, seja no trato com o filho ou com a própria profissão.

O ponto de virada do filme se dá quando, ao dar uma aula em uma universidade da Califórnia, onde os alunos não estão nem aí para ele,  Richard  deixa as teorias e histórias que sempre eram contadas pelo pai para falar daquilo em que ele realmente acreditava: que as pessoas deveriam vir sempre em primeiro lugar!

Tomando as atitudes corretas, sendo íntegro com as pessoas ao seu redor e mudando o seu comportamento para uma visão mais “adulta” e responsável perante à vida, ele deixa de ser um agente de conflito para se tornar um verdadeiro alicerce da família.

O filme é sensível, divertido, engraçado e superemocionante! Confesso que dei umas boas choradinhas em alguns momentos megabonitos, mas fiquem tranquilas que não vou dar nenhum spoiler aqui! Rsrs

Portanto, se estiverem a fim de assistir a um filme gostoso e que mostra uma bela trajetória de autoconhecimento e da busca por um propósito de vida, recomendo!

Se assistirem e curtirem, contem depois pra mim, tá? Se não gostarem, podem me falar também! rs

Gratidão de ter vocês comigo!

 

 

Por falar em propósitos e dar uma virada na vida, você pode ler também:

Tenha a coragem de ser vulnerável e imperfeita

A vida que vale a pena ser vivida

Liberte o herói que existe dentro de você

Busque sempre o seu propósito

Seis passos que vão  tornar  sua vida  melhor  

Busque seu propósito. Deixe  seu legado.

Rê Spallicci

 






Nova rede social foca na exclusividade Realização

Nova rede social foca na exclusividade
Um Natal diferente, de renúncias e amor… Realização

Um Natal diferente, de renúncias e amor…
Você sabe o que é Mansplaining? Realização

Você sabe o que é Mansplaining?
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 61 62 63 64 65 66 67 68


Open chat
Fale comigo!
Siga nas redes sociais

Política de Privacidade   Contato   Sobre


Open chat
Fale comigo!