fbpx Um mergulho em um passado recente que transformou meu presente e futuro - Renata Spallicci

Um mergulho em um passado recente que transformou meu presente e futuro

RENATA SPALLICCI

Realização

24/11/2016

Um mergulho em um passado recente que transformou meu presente e futuro

Renata Spallicci conta como foi “revisitar” o Processo Hoffman, um curso de autoconhecimento que transformou sua vida.

Quatro anos após passar por uma das experiências mais transformadoras da minha vida, lá estava eu de volta ao mesmo local, em uma cerimônia de encerramento do curso do Processo Hoffman. Dessa vez, fui para buscar o Toledo, meu noivo, que embarcou também nessa maravilhosa jornada. Wow! Que orgulho!!!

E no evento de encerramento, ao ouvir alguns depoimentos das pessoas que acabavam de concluir o curso, eu relembrei o quanto ele realmente é transformador!

“Até os 35 anos eu era um míope que não usava óculos. Nos sete dias do Processo Hoffman, me senti no oftalmologista, com ele ajustando as minhas lentes e, pouco a pouco, fui enxergando o mundo de outra maneira, como nunca vira antes.”

“Cheguei ao Processo Hoffman nadando em um Rio Tietê das emoções e, o pior, sem perceber isso! Ao longo da semana, fui nadando por outros rios, outras águas e realidades, e saí do processo nadando em um mar de águas cristalinas, como as de Fernando de Noronha.”

Estes foram alguns dos depoimentos que ouvi no encerramento do processo Hoffman. O primeiro deles foi exatamente o do Toledo e, naquele instante, fiquei extremamente feliz por perceber quanto aqueles dias tinham feito bem para ele! O brilho nos olhos de quem retorna do processo é inconfundível e inigualável! O abraço de um processado é com certeza um dos melhores abraços do mundo! Puro! De coração limpo e alma lavada!!!

Estava extremamente feliz por ele, por nós como casal e, claro, feliz também por mim, por estar com uma pessoa com quem divido as mesmas crenças, valores, e que passou por esse processo, que a meu ver, deveria ser algo que todas as pessoas deveriam ter a oportunidade de experienciar!

Criado nos Estados Unidos, em 1967, o Processo Hoffman da Quadrinidade é uma metodologia desenvolvida por Bob Hoffman, um autodidata com amplo conhecimento da natureza humana.

O processo combina diversas técnicas terapêuticas e tem por objetivo proporcionar uma reeducação emocional, baseada no autoconhecimento. Ele fala em quadrinidade, porque trabalha com as quatro dimensões da inteligência ou do “ser”:  intelectual, emocional, física e espiritual (intuitiva).

Ao longo de seus 49 anos de existência, o processo Hoffmann já foi realizado por mais de 100 mil pessoas, em 14 diferentes países. Só no Brasil já foram formados  580 grupos. Avalizado pela Universidade de Harvard, o PH apresenta resultados impressionantes: 97% dos participantes afirmam ter obtido melhor preparo para lidar com adversidades; 90% acessam grande nível de consciência e 83% elevam qualidade de relacionamento.

Para se submeter ao Processo Hoffman, o “aluno” passa sete dias totalmente isolado do mundo, no interior de São Paulo, sem celular e sem contato com nada que não as práticas intensivas que visam proporcionar o nosso autoconhecimento. Eu disse sem celular!!! Rs Isso mesmo! Incomunicável!!!  Parece que dará abstinência…! Mas é umas das melhores sensações do mundo! Uma oportunidade única de se conectar com sua verdadeira essência!

Na minha opinião, o fato de o Hoffman trabalhar também com as dimensões física e espiritual é um diferencial em relação a outros métodos de autoconhecimento. Outra vantagem que vejo é a duração:   enquanto a maioria dos cursos trabalha em um final de semana apenas, os sete dias do Hoffman proporcionam uma imersão mais profunda no seu eu, levando a resultados também mais consistentes.

Os professores do Hoffman costumam dizer que o processo nos faz passar nossa vida a limpo, e eu posso afirmar que é realmente essa a sensação! Você faz toda uma retrospectiva, desde a vida uterina até o momento presente, o hoje e o agora, entendendo o papel dos seus ancestrais na sua vida e no que você é, entendendo a função deles no seu talento e nas suas crenças limitantes, limpando e tratando tudo isso para, ao final do processo, enxergar uma perspectiva de vida completamente diferente.

renata-hoffman2

Minha turma do Hoffman em 2012

 

No retorno do Toledo, foi mágico rever, pelos olhos dele, algumas coisas com as quais eu havia me maravilhado e já processado.  Lembro que, quando estive no Hoffman, o que mais me chamou atenção foi a transformação das pessoas. Nós chegamos ao local do curso e, no primeiro dia, normalmente, ficamos todos desconfiados e sem saber do que se trata e o que nos espera. Com o passar dos dias, você vai notando no outro as mudanças e compreendendo que, assim como seus colegas estão se transformando, você também está!

Antes de tudo, participar do Hoffman é um ato de coragem, porque você vai se enxergar de outra maneira, desde as virtudes, até mesmo (e principalmente) os defeitos. E é preciso força para nos encarar e viver uma vida com mais clareza e sem as ilusões que criamos para nós mesmos a respeito do que somos.

Mas, se por um lado o processo é dolorido, depois que você passa pelo primeiro choque, sente-se respirando mais aliviado, aceitando o universo e as questões naturais de forma adequada, trazendo uma perspectiva de autorresponsabilizacão pelas coisas e de percepção e clareza do  porquê  tudo ter  acontecido em  sua vida. Em um momento do processo é como se, de repente, você entendesse tudo e todos os porquês da sua vida:  por que você é da forma que é, por que você atraiu os relacionamentos que atraiu, quem são seus amigos, por que você convive com essas pessoas, o que você atrai para sua vida, enfim, tudo fica absurdamente claro.

renata-hoffman3

Todos nós em 2012, no dia do encerramento do curso

 

O início de uma jornada

Olhando agora para 2012, quando eu passei por esse processo, vejo como as pessoas da minha turma foram importantes naquele momento. E é isso que o processo nos proporciona. Vivemos dias de amigos irmãos, com pessoas que estão no mesmo “barco” que a gente, sem nenhum tipo de julgamento e em um ambiente no qual você consegue olhar de igual para igual para todos. Um momento no qual você consegue ver pessoas com problemas piores que os seus, mas que respeitam e entendem suas questões no tamanho que elas têm para você! Você é acolhido, se sente em um ambiente seguro, totalmente transformador.

E o mais interessante é que ele é apenas o início de um processo de mudança. Para mim, o Hoffman foi o primeiro passo de muitas e muitas transformações que, ao concluir o curso, eu nem imaginava que ainda viriam. Só agora, quatro anos depois, percebo o quanto me consolidei, o quanto agora eu estou, finalmente, realizando meus sonhos, as minhas vontades, entendendo meus talentos e limitações, pensando com minha própria cabeça e andando com minhas próprias pernas. Hoje, percebo que o Hoffman foi uma ponte que me levou de um lado para o outro, mas depois da ponte ainda existia uma imensa estrada, que é a estrada da minha vida e que eu continuarei, se Deus permitir, por muitos e muitos anos, evoluindo a cada dia.

renata-hoffman4

Um processo levado com muita amorosidade e amizade 

 

Atualmente, eu continuo lutando e batalhando para fortalecer o que eu sou, a minha essência, propósito e missão de vida. Passaram-se quatro anos até eu encontrar o meu propósito de forma mais ampla.  Só então,  entendi o quanto para mim é fundamental  usar minha força de vontade e meu magnetismo para influenciar pessoas, mostrando-lhes  a importância de buscarem o autoconhecimento e seus próprios caminhos.

Eu poderia usar minhas redes sociais e blog para compartilhar minhas rotinas, o que daria “ibope”, mas, por outro lado, seria algo superficial e que não está condizente com aquilo em que acredito.

Eu prefiro trabalhar o autoconhecimento para que as pessoas descubram e tracem o seu caminho. Não quero inspirar as pessoas a serem como eu, mas quero inspirá-las a descobrirem a melhor versão delas. Quero que tenham essa garra, vontade e determinação, não para replicar o que eu sou hoje, mas quero ser exemplo a ser seguido por pessoas que querem encontrar a sua essência, o seu caminho, e que só precisam de um empurrãozinho mostrando que é possível!

Muitos me perguntam como realmente acontece o processo Hoffman, mas quem entende profundamente tudo o que se passa naqueles dias, sabe que não devemos contar para ninguém, pois um dos fatores de sucesso do processo é exatamente a sua mente não estar preparada para aquilo que você vai viver, evitando julgamentos, preconceitos e tudo mais! Portanto, o “como” a gente não revela, mas o que posso dizer é que o processo é essencial para um passo quântico em relação a seu eu profundo e a quem você realmente é!

Espero que esse post possa ajudar muitas pessoas que estavam em dúvida sobre participar ou não de um processo como o Hoffman, ou mesmo aquelas que nunca tinham ouvido falar sobre tudo isso. E que este artigo seja uma centelha para que busquem informação e conheçam esse belíssimo método!

 

Para saber mais sobre o processo:

http://processohoffman.com.br

 

Confira o vídeo que demonstra um pouco mais sobre o processo

 

Conheça o aplicativo do processo Hoffman

Hoffman APP 

Busque seu propósito. Deixe  seu legado.

Rê Spallicci

Renata Spallicci

Atleta profissional fisiculturismo WBFF, executiva, empresaria, coach, influenciadora digital, escritora, palestrante motivacional e realizadora social fundadora do movimento Fit do Bem.

renataspallicci.com.br
fitdobem.com.br
dosonhoarealizacao. com.br