Carreira na Indústria Farmacêutica

ANALISTA DE NOVOS NEGÓCIOS

Saiba o que faz um analista de Novos Negócios e sua importância para a indústria farmacêutica.

 21 de outubro de 2021
3 min de leitura

novos negocios

A Apsen iniciou este ano o segundo ciclo do planejamento estratégico, com a meta de que, até 2025, 40% do faturamento líquido da empresa venha de novos produtos. Hoje, quero trazer para vocês o depoimento de nosso colega, o  João Arthur Piccolotto Jordã, que nos falou sobre uma profissão decisiva para alcançarmos essa meta: o analista de novos negócios, também chamado, em algumas empresas como Analista de Projetos ou Analista de BD&L (Business Development and Licensing). Confira.

O que faz?

Prospectamos e negociamos novos produtos e substâncias com conceito inovador para lançarmos no mercado. Grande parte do nosso trabalho é entender os diferenciais clínicos e benefícios de tratamento que essa nova substância pode trazer para o paciente. Outra parte crucial são as análises financeiras para a viabilidade dos projetos que a empresa considera.

Rotina de trabalho

Não há uma rotina fixa, isso torna nosso trabalho muito dinâmico! Cada projeto possui uma etapa e grau de complexidade distintos que torna cada dia único. De forma geral, nosso trabalho consiste em ler artigos e estudos clínicos, entender como a proposta se encaixa no manejo da doença e os diferencias que isso traz ao paciente, entender o mercado tanto no âmbito clínico como comercial, fazer as análises financeiras do projeto, discutir as oportunidades com os stakeholders internos e aprovar os projetos com nossa presidência.

Importância para os negócios

A área de novos negócios é responsável por traçar o portfólio a curto, médio e longo prazo assim assegurando o posicionamento estratégico e geração de receitas da empresa.

Pontos positivos e desafios

Pontos Positivos:

Trabalho extremamente dinâmico, envolvimento direto com a estratégia corporativa da empresa, desenvolvimento de amplo conhecimento do mercado farmacêutico, aprendizado de novas habilidades e competências a cada oportunidade discutida, contato com empresas e cientistas internacionalmente renomados, ter a visão holística da empresa e se relacionar com diversas áreas para viabilizar os projetos.

Desafios:

Ter senso de organização pelo número e diferentes estágios dos projetos, estar atualizado com notícias que podem impactar a viabilidade dos projetos.

Qual é, em geral, a trilha de crescimento na carreira?

A carreira segue a seguinte estrutura: Analista, Coordenador, Gerente, Diretor da área;

O futuro

Com relação ao futuro, acredito que o principal desafio seja a necessidade de estar atualizado com todas as variáveis que possam impactar no negócio. Isso reflete desde a legislação local, cenário político-econômico, acompanhar a movimentação dos concorrentes locais e novas opções que possam surgir como alternativas aos projetos que são negociados.

Uma dica para quem deseja ingressar nessa carreira

Seja proativo, curioso, apto a aprender novas habilidades e sempre aberto a mudanças!

Leia também: 

Saiba o que faz um analista de documentação farmacotécnina

Saiba o que faz um especialista de validação de sistema computadorizado

Saiba o que faz um propagandista

Busque seu propósito. Deixe o seu legado. 

Rê Spallicci 








Abrir Conversa
Fale comigo!
Abrir Conversa
Fale comigo!