Você é um lifelong learner?

RENATA SPALLICCI

Carreira

02/10/2020

Você é um lifelong learner?

Aprender continuamente é essencial em sua carreira para os novos tempos.

6 min de leitura

“Para permanecer competitivo e dar aos trabalhadores de baixa e alta qualificação a melhor chance de sucesso, as economias precisam oferecer treinamento e educação focada na carreira ao longo da vida profissional das pessoas.”(Do relatório Global Human Capital Trends 2016 da Deloitte, enfatizando a importância de as empresas desenvolverem abordagens que “ capacitem as pessoas a se desenvolverem todos os dias” ).

Eu sou uma pessoa extremamente inquieta e  estou sempre pronta a aprender. Ao longo de minha carreira profissional, aprendi que nunca estamos completos e que precisamos estar sempre dispostos a nos reinventar e aprimorar.

E não é que este tipo de atitude agora ganhou até um nome? É o lifelong learner, que se refere a pessoas que estão na perspectiva de aprender continuamente.

Vejo que hoje esse é um desafio para todos os profissionais que precisam cada vez mais reiniciarem, treinarem e aprenderem continuamente.

Um novo modelo

Um novo modelo

O velho modelo de ensino que começa na infância e aparentemente tem o seu ápice na universidade, seguido de  todos os “pós” que existem, não é mais suficiente.

O aprendizado agora é contínuo, o conhecimento, de acordo com o conceito Lifelong Learner, vai muito além dos bancos escolares. A empresária Ana Maria Diniz, da ONG Parceiros pela Educação,  diz que “não há uma “fórmula de bolo” para se tornar um lifelong learner”, como são conhecidos aqueles que estão nessa nossa perspectiva de aprender. E complementa:  “…é preciso romper com amarras das convenções e compreender a aprendizagem como um projeto de longo prazo, sem data para acabar”.

Entrando um pouco mais a fundo nesse assunto tão destacado nesses tempos de recolhimento e aprendizado para o mundo todo, o conhecimento que se deve perseguir por toda a vida, não pode ficar restrito aos cursos de graduação, pós-graduação ou atualização profissional. Ele existe em diferentes formatos de assimilação de novas habilidades e competências. Precisamos “aprender a aprender”.

Não sabe?  Pesquise, busque, seja curioso, vá atrás do saber.

Se você me lê por aqui, com certeza, tem nas mãos a ferramenta para muitos aprendizados: o digital. As lives estão aí, mais do que nunca, pra isso. Professores de todas as áreas, cursos livres e gratuitos, cursos pagos e com certificado, entrevistas com mestres de todos os tipos, pensadores de toda a ordem… Enfim, não é só música, não é só meme, não é só app disso e daquilo.

Você tem aproveitado a profusão de informação de qualidade? Com foco ou sem? Os muitos eventos on-line são impossíveis de acompanhar, mas, procedendo a uma busca bem feita, você pode achar de tudo um pouco para alavancar  seu conhecimento, se atualizar sobre o que acontece de mais moderno e inovador em seu segmento de atuação profissional ou para ampliar a sua bagagem e o seu repertório.                                                                           

Além disso, temos as trocas por WhatsApp, os envios de links, os grupos que tratam de todos os assuntos em várias redes, os canais de pesquisa… Então,  são muitas as fontes que podemos usar para aprender sempre.

Afinal, é a ampliação do conhecimento, a soma dos saberes, a humildade de saber “escutar” o outro através de uma dica de leitura, assim como também é o compartilhar, aquilo que garante o nosso desenvolvimento em múltiplas dimensões: cognitiva, social, emocional e relacional.

É desse modo  que a gente desenvolve o nosso potencial, descobre habilidades, se reconhece e pode fazer escolhas melhores.

Na busca do conhecimento, podemos corrigir as desigualdades.

Em minha opinião, toda instituição educativa, seja particular ou não, toda universidade, todos os canais de formação, incluindo as empresas, no país inteiro, deveriam abrir espaço para quem precisa adquirir conhecimento e ser inserido no mundo como alguém capaz de atuar para melhorá-lo sempre e cada vez mais. Com certeza, nosso sistema social seria automaticamente elevado a outra potência, evitando as insuficiências, as distorções produzidas e replicadas aos milhares na sociedade.

Se não começarmos a corrigir essas distâncias que nos separam, provocadas pela falta de educação e consciência sobre o que o conhecimento representa em nossas vidas, dificilmente conseguiremos adquirir mais igualdade e mais desenvolvimento de um modo contínuo.

Essa maneira constante de aprender, se impregnada no sistema, ajudaria a dissolver as diferenças, acredito.

A hora chegou. Temos de aproveitar essa oportunidade de reflexão, esse momento de revisão de nossos hábitos e do nosso tempo, para questionar, perguntar,  responder as nossas dúvidas, a fim de  saber ouvir, para querer saber mais.

O Lifelong Learner não é só um conceito surgido do nada, ele está aí desde sempre, para todos nós que queremos evoluir, temos curiosidade e precisamos aprender a viver a imensidão da vida a cada minuto precioso da nossa existência.

Leia também:

Liderar é entender que nem todos são iguais e agir com empatia

Liderança – não existe mais espaço para o modelo comando-controle

A importância de liderança no novo normal

Busque seu propósito. Deixe o seu legado.

Rê Spallicci

Renata Spallicci

Empresária, escritora, palestrante, coach e influenciadora digital, empreendedora, rainha de bateria da Barroca Zona Sul e campeã de fisiculturismo, Renata é inspiração para que as pessoas busquem, sempre, se autoconhecer e assim superar os desafios e trilhar a jornada rumo à realização dos seus sonhos.

renataspallicci.com.br
fitdobem.com.br
dosonhoarealizacao. com.br