Mais do que nunca, planejar é preciso!

RENATA SPALLICCI

Carreira

10/11/2020

Mais do que nunca, planejar é preciso!

As incertezas não podem ser desculpas para a falta de planejamento, muito pelo contrário. Com cenários incertos, planejar é ainda mais necessário!

6 min de leitura

Existe um tema a que damos muita atenção e foco na Apsen – o planejamento. A cada cinco anos, fazemos nossos planos para o próximo quinquênio e, anualmente, traçamos nossas metas para o período dentro deste planejamento maior.

Vejo esse processo como um dos mais importantes para o nosso sistema de gestão, pois  nos proporciona uma verdadeira dimensão de onde estamos, aonde queremos chegar e quais estratégias devemos traçar para atingir nossos objetivos.

E acredito que, mais do que nunca, o planejamento assumiu uma posição de mais destaque ainda, devido às incertezas dos cenários de negócios gerados pela pandemia do COVID 19.

Empresas que estão bem planejadas têm mais rapidez para rever suas metas e se readaptarem aos novos cenários do que aquelas que nem sabem ao certo para onde estão indo.

O momento é agora!

O momento é agora!

Muitas organizações têm um processo de planejamento anual rudimentar, enquanto outras nem chegam a fazê-lo uma vez por ano.

O que o COVID-19 nos ensinou é que todos nós precisamos de alguma forma de planejamento dinâmico e capacidade de modelagem. O primeiro e mais fundamental componente é o planejamento proativo. Isso significa preparar um orçamento para o início do ano e avaliar continuamente o desempenho real da empresa em relação a esse plano.

Mas também significa fazer uma nova previsão dos resultados comerciais esperados (pelo menos trimestralmente), conforme as condições comerciais mudarem.

Finalmente, precisamos ser capazes de olhar para diferentes cenários futuros, a fim de  determinar qual será nossa resposta. Por exemplo, qual  o melhor cenário? Qual o pior caso? Para qual resultado mais provável devemos planejar?

E, se a sua empresa ainda não está planejando 2021, o momento é agora!

 COVID-19 nos mostrou que todos devemos pensar em fazer disso uma prioridade. Ao planejar, temos uma oportunidade real de implementar recursos que nos ajudem a prever o futuro ou, pelo menos, posicionar o negócio para ser capaz de responder mais rápida e apropriadamente em um futuro caracterizado por mais incertezas e mudanças rápidas do que nunca.

Reexamine seu modelo de negócios

Primeiramente, é essencial examinar suas fontes de receita e identificar todos os riscos que podem atrapalhar sua capacidade de continuar fornecendo seus produtos e serviços aos clientes.

É fundamental ter vários canais de distribuição para  produtos e serviços, especialmente incluindo recursos virtuais que usem  plataformas on-line, móveis e sociais.

E, além de avaliar a resiliência dos canais de distribuição de produtos e serviços, devemos olhar também para nossas cadeias de suprimentos.

Para negócios baseados em conhecimento ou serviços, a cadeia de abastecimento consiste majoritariamente  em capital humano. Mesmo as empresas baseadas em produtos experimentaram o profundo impacto que uma perda de capital humano pode ter em suas cadeias de suprimentos, durante a pandemia de COVID-19.

Os impactos de uma pandemia global, juntamente com uma recessão global, na cadeia de suprimentos de negócios baseados em produtos foram bem documentados. As empresas baseadas em produtos estão passando, talvez, pela mais difícil reavaliação de suas cadeias de suprimentos, por causa da natureza complexa e interconectada da economia global. Alguns aspectos  simplesmente não podem ser alterados rapidamente. Mas construir resiliência em todas as cadeias de abastecimento, seja para empresas baseadas em produtos ou em serviços, é o nome do jogo hoje.

Por onde eu começo?

Aqui está um plano de 120 dias para você começar, traçado por Marcus Wagner, fundador e CEO da Acct Two, uma empresa americana de terceirização de processos de negócios para empresas de médio porte. Ele tem mais de 20 anos de experiência trabalhando com empresas de grande, médio e pequeno portes nas áreas de auditoria e contabilidade financeira, consultoria de processos e controles internos e assessoria de gestão. Sua carreira começou na Price waterhouse Coopers, onde atuou na área de auditoria financeira e consultoria de risco.

Semanas 1 e 2: Faça uma análise de lacunas em suas práticas de gerenciamento de risco (elas estão documentadas?). Identifique oportunidades para implementar melhorias, como substituição de processos manuais,  baseados em papel, por soluções digitais modernas, etc. Priorize as lacunas que estão causando mais vulnerabilidade e aquelas que podem beneficiar ganhos rápidos e serem implementadas de forma fácil e rápida.

Semanas 3 e 4: Avalie as soluções para preencher as lacunas identificadas. Os fornecedores de tecnologia devem ser avaliados e selecionados durante esse período. Finalize um plano para as ações que você vai realizar e os fornecedores de tecnologia e soluções  que irá implantar.

Semanas 5 a 17: Programe soluções que tornarão seu negócio mais moderno, mais digital e mais resiliente, gerenciando melhor os riscos identificados e sendo mais ágil e flexível para mudanças. A maioria das empresas de pequeno e médio portes deve ser capaz de cumprir esse cronograma com o foco adequado e os recursos aplicados. Negócios maiores levarão mais tempo.

Semanas 1 a 17: Avalie as cadeias de suprimentos e fluxos de receita para oportunidades de criar redundância, modelos de entrega virtual / digital e receita recorrente com contratos baseados em assinatura. Esta parte da sua jornada demorará mais e exigirá mais reflexão. E a implementação de quaisquer mudanças recomendadas pode levar meses adicionais, se não anos. Mas vale a pena fazer, se você puder.

Lembre-se! O mais importante é lutar contra qualquer inércia ou resistência à mudança e começar agora. Devido ao COVID-19, a transformação digital e o planejamento proativo passaram de opcionais a urgentes e não há mais tempo para deixar para depois.

O ano de 2021 está batendo a nossa porta e precisamos estar preparados para todos os cenários possíveis, prevendo todas as incertezas de um mundo em profunda transformação!

Leia também:

Como criar e encontrar oportunidade no novo mundo

Liderar é entender que nem todos são iguais e agir com empatia

A importância de liderança no novo normal

Busque seu propósito. Deixe o seu legado.

Rê Spallicci

Renata Spallicci

Empresária, escritora, palestrante, coach e influenciadora digital, empreendedora, rainha de bateria da Barroca Zona Sul e campeã de fisiculturismo, Renata é inspiração para que as pessoas busquem, sempre, se autoconhecer e assim superar os desafios e trilhar a jornada rumo à realização dos seus sonhos.

renataspallicci.com.br
fitdobem.com.br
dosonhoarealizacao. com.br