Primavera: e tempo de flores nas plantas e nos pratos!

RENATA SPALLICCI

Dietas

22/09/2020

Primavera: e tempo de flores nas plantas e nos pratos!

Aproveite a estação para conhecer (e experimentar) as flores comestíveis

6 min de leitura

Hoje, 22 de setembro, é o início da primavera!Estação das flores que dão um colorido todo especial às cidades e iluminam nossos bairros e nossas vidas.

Nada nos inspira mais do que o colorido delas. Um colorido que pode não só enfeitar nossas casas, alegrar nossas almas, mas nos surpreender com os seus sabores e propriedades.

Sim, as flores são também ótimos alimentos…

Da couve-flor às flores de abóbora

Da couve-flor às flores de abóbora

Você pode achar estranho falarmos em flores comestíveis, mas tenho certeza de que já comeu algumas flores. Sim, a couve-flor e o brócolis, por exemplo, todo mundo já comeu, mas talvez sem saber que eram flores, não é mesmo?

As de alface são lindas e delicadas, assim como as de manjericão, que podem dar sabor a inúmeros pratos e até mesmo a bebidas refrescantes (veja a minha dica ao final do texto).

Há também as flores de abóbora que, além de lindas, são ricas em fibras e água, e ótimas para combater constipação intestinal e picos de açúcar no sangue, colesterol ruim, câncer colorretal e obesidade.

Existem flores comestíveis e flores comestíveis, pero no mucho. Cuidado!

Você não imagina o imenso cardápio florido que existe à nossa disposição na natureza.

Um dente-de-leão, por exemplo, em vez de assoprar e apreciar essa beleza indo pelos ares, que tal incorporar a saladas e massas, mas antes de saírem as pétalas amarelas, porque quando está maduro é ruim de comer.

Até mesmo o ipê que a gente fica de boca aberta quando vê, pode ser servido no almoço. Mas, você não pode pegar do chão, ok? O gestor ambiental Guilherme Reis diz pra “não se comer os filetes que ficam dentro, pois pode haver algum bicho”.

Antes de se animar muito com as flores comestíveis, não saia por aí atrás de floricultura para fazer um belo prato na hora do almoço, ok?

Flores de floricultura geralmente são cultivadas com agrotóxicos! Cuidado!

O melhor é procurar as cultivadas em casa, as disponíveis em lojas de alta gastronomia, ou em supermercados com um hortifrúti mais sofisticado.

Do seu jardim, se você cuida direitinho e tem uma boa variedade, aproveite as rosas que, perfumadas ou não, podem enfeitar doces ou saladas. Receitas pra isso você encontra fácil. Mas, muita atenção: aquela parte branca das pétalas (que ficam perto do caule) é melhor remover, pois amargam muito.

O amor perfeito é também o mais consumido. Por sua variedade de cores, é muito utilizado em doces e bolos de casamento, embora seja mais gostoso mesmo nas saladas. Não têm um sabor muito pronunciado, mas é lindo!

A capuchinha é fácil de achar. E para quem entende do assunto flores comestíveis, recomenda-se não usar em doces, apesar de bonita. Ela é meio picante, ideal para enfeitar e, claro, dar uma diferenciada numa gostosa salada. Ela lembra bem o agrião, e as folhas, a mostarda.

E o hibisco? Todos já ouvimos falar ou experimentamos pelo menos o chá. Maravilhoso, principalmente com umas gotas de limão. Os japoneses adoram essa flor em conserva para comer com arroz, embora ela fique um tanto azeda… Já o chá, como a maioria sabe,  é bastante refrescante, delicioso e, o melhor, com propriedades riquíssimas: reduz o colesterol ruim, eleva o bom, baixa a pressão e protege o fígado.

*Duas receitas fáceis, não apenas decorativas.

Depois de falar tanto em flor, deu vontade? Então, que tal umas diquinhas superfáceis de fazer? Experimente!

Bebida refrescante com flor de manjericão

Bebida refrescante com flor de manjericão

Bata no liquidificador: meio melão sem casca, 100 ml de iogurte fresco sem açúcar e 100 ml de água filtrada gelada. Em seguida, acrescente 3 colheres de chá de flor de manjericão. Aquelas pequenininhas brancas que crescem num cabinho, à parte da planta. Tire as minifolhinhas verdes e use somente as brancas. Delícia!

Surpresas de Flor de Ipê

Surpresas de Flor de Ipê

Reserve somente as pétalas da flor, como disse lá no começo deste papo, retiradas da árvore, nunca do chão. Doure alho, sal e temperos a gosto e jogue as flores para saltear. Fica uma delícia sobre um risoto de legumes, um purê de batata.

Outra ideia é bater alguns ovos com sal, orégano e pimenta do reino a gosto. Passe as flores de ipê nessa mistura e logo depois na farinha de rosca. Em seguida, frite em óleo quente.

Se preferir na salada, tempere com shoyo e jogue um pouquinho de gergelim preto por cima.

São muitas as flores comestíveis, além dessas, claro.

E a gente tem que aproveitar esta estação linda para experimentar o que a natureza nos oferece, muitas vezes de graça, além de usar tais  riquezas somente para enfeitar a nossa casa. Na verdade, elas estão aí para deixar a nossa vida mais bonita e o nosso paladar mais refinado. Bom apetite!

Leia também:

Dieta rica em flavonoides ajuda a diminuir o risco de doenças

Saiba tudo sobre a dieta alcalina

Acredite: abacate é supernutritivo e ajuda até a perder peso

Busque seu propósito. Deixe seu legado.
Rê Spallicci

Renata Spallicci

Empresária, escritora, palestrante, coach e influenciadora digital, empreendedora, rainha de bateria da Barroca Zona Sul e campeã de fisiculturismo, Renata é inspiração para que as pessoas busquem, sempre, se autoconhecer e assim superar os desafios e trilhar a jornada rumo à realização dos seus sonhos.

renataspallicci.com.br
fitdobem.com.br
dosonhoarealizacao. com.br