Fitness

CrossFit: conheça mais sobre a modalidade

Garantindo emagrecimento e força, programa de condicionamento virou uma verdadeira febre no Brasil. E o melhor: pode ser praticado por pessoas de todos os perfis.

 22 de outubro de 2015
6 min de leitura

Conheça o Crossfit para mulheres

O treinamento dos agentes secretos?

A história não é oficial, mas há quem diga que o CrossFit, programa de treinamento que virou uma verdadeira febre no Brasil e no mundo, foi criado pela CIA para treinar agentes secretos para missões impossíveis.

Se isso tem algum fundo de verdade ou é um pouco de “lenda”, sinceramente, não podemos responder. Mas que o treinamento é utilizado pelas forças armadas americanas e pelas polícias táticas, como a Swat, isso é comprovado. E, se esse pessoal se prepara fisicamente com este programa, ele não deve ser moleza!

Mas, afinal, o que é o CrossFit?

Pela definição da CrossFit Brasil, trata-se de um programa de treinamento de força e condicionamento geral que proporciona a mais ampla adaptação fisiológica possível para qualquer tipo de pessoa, independentemente de idade ou nível físico, gerando, assim, uma maior otimização de todas as capacidades físicas, como resistência cardiorrespiratória , resistência muscular, força, flexibilidade, potência, velocidade, coordenação, agilidade, equilíbrio e precisão. Coisa para integrantes das forças armadas mesmo, né?

Que nada! Um dos fatores de sucesso do CrossFit é justamente que, ao contrário do que pode parecer, a pessoa não precisa ser um superatleta ou agente secreto para fazer o programa. Ele é indicado para todos os perfis de pessoas, desde que seja adaptado a cada realidade.

É o que explica Bruno Rodrigues, professor de CrossFit Level 1. “O treinamento é realizado de acordo com o perfil dos alunos e é dividido em três partes: aquecimento, geralmente com o peso corporal; depois, fazemos uma parte técnica para desenvolver as habilidades nas modalidades que aplicamos e, por fim, o chamado ‘work out of the day’ (treino do dia), que é quando o CrossFit realmente bomba em intensidade e força.”

Abordagem inovadora e resultados satisfatórios

A prática, criada por Greg Glassman, em 1995, em Santa Cruz, na Califórnia (EUA), trouxe uma nova perspectiva para o exercício físico, propondo um regime de movimentos funcionais, constantemente variados e realizados em alta intensidade, para levar à saúde e ao condicionamento físico.

Apresentando resultados altamente satisfatórios, o programa vem sendo utilizado, inclusive, por atletas olímpicos do Brasil e do mundo, para a melhora do condicionamento físico e de performance. Entre os atletas brasileiros que utilizam o treinamento em suas preparações, estão o maior campeão pan-americano de todos os tempos e medalhista nas Olimpíadas de Londres em 2012, o nadador Thiago Pereira, o também nadador Nicolas Oliveira, que disputou a Olimpíada de Londres, em 2012, e está se preparando para os Jogos do Rio, em 2016, além da amazona Beatriz Alvez e do judoca Luciano Corrêa.

 

Crossfit para mulheres

 

Diferenciais

Vale lembrar que o CrossFit só pode ser aplicado por professores credenciados, em academias certificadas (chamadas de box CrossFit), e um dos seus principais diferenciais é a diversificação, uma vez que une inúmeras modalidades esportivas como ginástica olímpica, levantamento de peso, remo indoor, exercícios aeróbios, entre outras disciplinas. Hoje, o programa está presente nos cinco continentes e conta com quase 12 mil academias certificadas.

Outro diferencial é o caráter de grupo das aulas, criando vínculo entre os praticantes. É o que explica Iran Gregório, praticante da modalidade há três meses, em um box CrossFit do Morumbi. “Como todos fazem os mesmos exercícios, com as respectivas adaptações para o limite de cada um, há nas pessoas um espírito de cooperação e de estímulo, durante a aula. Quando alguém demora mais em um exercício, por exemplo, há todo um movimento de incentivo dos professores e do grupo. É realmente muito bacana”, comenta o analista de Sistemas.

O empresário Gabriel Falsarella, de 26 anos, sempre foi um pouco arredio com academias, mas se encontrou no CrossFit e há dois anos é praticante assíduo. “Nunca tive muita paciência para fazer musculação. Aí, fui conhecer o CrossFit e curti muito. É uma energia diferente, a turma se ajuda muito, e a aula é muito dinâmica e intensa. Sempre tive problema com a manutenção do peso, mas o CrossFit me ajudou muito a conseguir manter minhas metas”, revela.

A executiva Aline Pontes Lima, de 34 anos, pratica a modalidade há um ano e destaca que, ao iniciar no programa, mudou até mesmo alguns hábitos. “Se você tem interesse em evoluir seu desempenho, é quase que obrigatória uma dieta balanceada e adaptada para você, pois o gasto calórico e energético é alto. Com isso, alguns hábitos também acabam se modificando naturalmente. Conheço inúmeras pessoas que eram extremamente boêmias, com hábitos prejudiciais, como bebida alcoólica em excesso e alimentação inadequada. Ao se apaixonarem pelo CrossFit, equilibraram bastante esse outro lado também. É por isso que a gente costuma falar que o CrossFit é para qualquer pessoa, mas não é para qualquer um. Este esporte tem uma propensão maior a levar o praticante aos próprios limites, sejam físicos (cansaço, dor, fadiga) ou mentais (humildade, vulnerabilidade, cooperação) e nem todo mundo está disposto. Mas, quando você se dispõe, é uma experiência realmente muito bacana”, finaliza.

Para quem quiser iniciar no programa, a indicação é que o treino seja realizado em dias alternados. Depois, com o desenvolvimento, o aluno poderá treinar diariamente e, quem sabe, se tornar um novo 007.

 

Leia também:

Treino de Crossfit 

 Tendências no mundo Fitness em 2018

Treino funcional com Team Guirra

Busque seu propósito. Deixe seu legado.

Rê Spallicci








Abrir Conversa
Fale comigo!
Abrir Conversa
Fale comigo!