Gestão e Liderança

Em tempos de crise ou de glória, seja transparente

Renata Spallicci conta os segredos para liderar em tempos de crise e quais as características principais da sua liderança.

 13 de março de 2016
4 min de leitura



Estamos vivendo um período bastante complicado no Brasil, de crise, de insegurança e de incertezas. E agora, mais do que nunca, as empresas precisam da figura do líder e de sua ação firme e serena.

Desde que assumi uma função de liderança, levei comigo algo que está impresso em mim: a sinceridade, a transparência e espontaneidade.

Acredito, firmemente, que um bom líder não se esconde em subterfúgios e não omite do seu time a verdade. Eu sempre fui muito sincera. Nas crises, pedi ajuda, compartilhei com minha equipe quais eram nossas dificuldades, para que juntos buscássemos caminhos e encontrássemos soluções. Nos momentos de vitória, celebrei, dancei, curti e vibrei com eles .

Ocupar uma posição de liderança é, por muitas vezes, algo solitário. É o líder quem toma as decisões difíceis que ninguém quer assumir. É o líder quem enxuga a verba, quem corta na carne, quem reduz custos. Por isso, em momentos de crise, torna-se ainda mais difícil liderar. Muitas vezes é preciso tomar medidas duras e impopulares. Mas, quando você as compartilha com seu time e explica para seus liderados as necessidades e o porquê de cada medida, tudo fica um pouco mais fácil.

Ao longo da minha carreira, já passei por diferentes crises — da empresa, do país, ou da minha própria condição como gestora — e também por momentos favoráveis. Em todo o tempo, nunca deixei de ter a transparência como minha principal aliada.

Sou, por natureza, muito inquieta. Estudo muito,  gosto de conversar com as pessoas e aprender o tempo todo. Além disso, nunca quis ser vista como alguém que só está em determinada posição porque é filha do dono da empresa. Por esse motivo,  sempre corri atrás das habilidades de que precisava, sempre busquei me informar sobre o que era  necessário  para desempenhar melhor, no dia a dia,  minhas funções dentro da empresa.

Se tivesse que dar conselhos para liderar, eu diria: em primeiro lugar, “busque o autoconhecimento”, ele é fundamental para um gestor. Afinal, se você não conhece e não lidera a si mesmo, como é que vai liderar e tirar o melhor das pessoas? Segundo, tenha “firmeza de propósito”, que é você saber, efetivamente, por que acorda todos os dias para  trabalhar, por que você faz isso? O que te motiva? E por fim, “seja sincero”. Em tempos de crise ou de glória, seja transparente!

Eu acho que, quando você tem esses princípios muito claros – autoconhecimento, firmeza de propósito e transparência –, você consegue executar o seu papel de forma plena e transmiti-los para as pessoas.

Se quiser saber um pouco mais sobre o que penso sobre liderança, principalmente exercida por nós mulheres, acesse duas entrevistas recentes que concedi.

Para Scher Soares:  https://www.youtube.com/watch?v=TyjgSv2uOOo

Para a Aberje: https://www.youtube.com/watch?v=P6dVHNC7J-8

Gratidão por ter vocês comigo!

Beijo

Leia também:

Em tempos de crise seja sempre transparente 

Como aproveitar as oportunidades na crise 

Mulher no trabalho em tempos de crise

Inteligencia emocional 

Busque seu propósito. Deixe seu legado.

Rê Spallicci