fbpx Renata Spallicci - hidroxicloroquina-coronavirus – como a Apsen está se organizando para contribuir na luta contra o coronavirus

Hidroxicloroquina no centro dos estudos para o coronavírus

RENATA SPALLICCI

Saúde

02/04/2020

Hidroxicloroquina no centro dos estudos para o coronavírus

Uma viagem nos bastidores da utilização do medicamento que pode ajudar no tratamento do Coronavírus

9 min de leitura

Eu nunca imaginei que passaríamos por uma situação como a que estamos vivendo em virtude da pandemia do coronavírus. E muito menos que eu estaria tão próxima do olho do furacão!

Claro que por ser executiva de uma indústria farmacêutica sempre vivi desafios relacionados à questões de saúde, mas o que está acontecendo agora em relação ao coronavírus e ao medicamento hidroxicloroquina está sendo algo muito desafiador e novo para todos nós…

Bom, se você não está entendendo exatamente sobre o que estou falando, vamos à sequência dos fatos:

A COVID-19

Em dezembro de 2019, uma nova pneumonia causada por um vírus desconhecido surgiu em Wuhan, uma cidade de 11 milhões de habitantes no centro da China. O patógeno foi logo identificado com um novo vírus (2019-nCoV), que está intimamente relacionado ao agente causador da SARS (SARS-CoV), em 2003.

Bom, daí em diante, todo mundo acompanhou a história. O vírus matou milhares na China, foi se espalhando pelo mundo de forma avassaladora até que, em 11 de março, a Organização Mundial da Saúde decretou que vivemos uma Pandemia, ou seja, uma doença que se espalha por todos os continentes do globo terrestre.

Com a chegada dos primeiros casos ao Brasil, nós da Apsen nos apressamos em formar um comitê de crise para lidar com várias questões. Naquele momento já sabíamos que a situação pandêmica atual geraria importantes impactos na indústria farmacêutica brasileira, entre eles cito dois que, no meu ponto de vista, são os mais relevantes. O primeiro é com relação ao abastecimento de mercado. Hoje existe uma preocupação com a importação de matérias primas, uma vez que grande parte dos insumos farmacêuticos são provenientes da China e Índia. O segundo ponto diz respeito ao abastecimento dos pontos de venda, já que houve uma corrida às farmácias na busca de produtos, não somente os relacionados aos sintomas da gripe em geral, mas também com pacientes adquirindo maior volume de seus tratamentos usuais, conforme apontado pelas consultorias de mercado.

O pronunciamento do presidente Trump

Se a situação da pandemia já é algo suficientemente desafiador para todas as empresas, por razões das mais diversas, fomos surpreendidos em uma tarde de março por um pronunciamento do presidente norte-americano, Donald Trump, que realmente virou nosso mundo de cabeça para baixo. 

Ele divulgou, de forma bastante enfática e otimista, que haviam inúmeros estudos realizados com hidroxicloroquina para o tratamento da COVID-19, trazendo resultados benéficos aos infectados. Nossa área médica e de pesquisa clínica já vinha acompanhando os estudos com a hidroxicloroquina e seus possíveis benefícios no tratamento da COVID-19, afinal somos fabricante do composto e líderes de mercado no Brasil.

Mas o que nós realmente não poderíamos imaginar era a proporção que isso tomaria com a fala do presidente. Após o pronunciamento, notamos um aumento absurdo no volume de ligações de instituições, dos governos e de pacientes crônicos que já não estavam mais encontrando o medicamento nas farmácias. Ai nos demos conta do quanto estávamos inseridos na questão e imediatamente nos organizamos para dar as respostas necessárias, avaliando a capacidade produtiva, buscando viabilidade para trazer mais matéria-prima ao Brasil e reorganizando as rotas de produção.

Desde que tivemos ideia da magnitude, fomos guiados pelo nosso propósito: cuidar de vidas. Zelamos em primeira instância em proporcionar a continuidade do tratamento dos pacientes crônicos que já faziam uso da hidroxicloroquina, depois, nos colocamos à disposição dos governos federal e estadual para doar medicação e auxiliar neste momento de pandemia. Iniciamos conversas com as principais instituições de saúde do Brasil para, em parceria, começarmos estudos que comprovem a eficácia da molécula no tratamento da COVID-19.

A hidroxicloroquina

O sulfato de hidroxicloroquina é uma molécula que foi desenvolvida para o tratamento da malária e tem sido usado há muitos anos para o tratamento da artrite reumatoide, lúpus, entre outras enfermidades.

Pesquisadores de várias partes do mundo afirmam estar usando com sucesso o princípio ativo contra o COVID-19. Hoje há no mundo 14 estudos registrados em um site americano de pesquisa clínica. Temos estudos nos EUA, na Europa, na China e no Brasil.

E desde o início desta história, a Apsen se dispôs a contribuir com os governos federal e estadual com o intuito de doar parte da produção da hidroxicloroquina para os estudos científicos e possíveis tratamentos aos pacientes diagnosticados com a COVID-19.

Acreditamos que quanto mais iniciativas de pesquisa envolvendo a hidroxicloroquina neste momento, melhor para a sociedade. Mais do que nunca temos de usar o conhecimento a nosso favor e contra o coronavírus. E, segundo informam os médicos da Apsen, devemos ter resultados mais conclusivos daqui a 3 ou 4 meses. Estamos otimistas e fazendo todos os movimentos necessários para caso os estudos sejam positivos.

Com esta nova realidade, nem preciso dizer o quanto a minha rotina mudou absurdamente. Vocês sabem que eu sempre tive uma vida muito corrida, afinal sou megainquieta e multitarefas, mas o volume de trabalho triplicou.

E é nesses momentos que a gente se dá conta das pessoas que temos ao nosso lado! Tenho uma equipe extremamente dedicada com quem posso contar e que me auxiliam diariamente nesta rotina. Não existe mais horário comercial, inclusive porque lidamos com fornecedores do mundo inteiro, em especial da Índia e China onde o fuso é totalmente diferente do nosso país. As reuniões são incontáveis, por vezes, precisei participar de mais de uma call ao mesmo tempo, almoçar na frente do computador, atender mil telefonemas, mas mesmo com toda essa crise, me mantenho muito motivada e com muita fé de que estamos no caminho certo. E que todo este esforço tem valido a pena.

Vidas acima de tudo

A Apsen tem uma história linda, cheia de superação. Já passamos por alguns momentos de crise e acredito que tudo o que vivemos nos capacitou para chegarmos até aqui. Com certeza estamos vivendo algo totalmente novo e diferente de tudo o que já passamos. As emoções são múltiplas, afinal, como não ser tocado diante de um cenário mundial tão crítico e que tem se alarmado diariamente. Estamos em uma corrida contra o tempo, agora é hora de respirar, manter o equilíbrio e focar no que precisamos fazer.

A Apsen sempre teve em seus valores o lucro como consequência de seu trabalho, e neste momento tão delicado do nosso país, jamais cogitamos o lucro e sim contribuir com o governo para ajudar a nossa população, não apenas em relação a hidroxicloroquina, mas também em muitas outras frentes relacionadas à nossa gente e à sustentabilidade da economia do nosso país.

Existe um dilema ético muito profundo nesta questão, inclusive, difícil para qualquer pessoa responder. É necessária muita cautela, muita responsabilidade com cada decisão tomada e muito cuidado com a forma com que a mensagem será transmitida.

Afinal, estamos falando de vidas, temos exemplos em vários países que já viveram o estágio em que estamos vivendo e creio que devemos seguir esses exemplos e as orientações da Organização Mundial da Saúde.

Eu pessoalmente creio que as empresas que têm condições, assim como as pessoas que têm condições, devem neste momento exercer seu papel de ajuda humanitária não medindo esforços para apoiar os mais necessitados.

E é desta forma que temos pautado nossas ações na Apsen e, inclusive, em minhas atitudes pessoais.

Estou muito preocupada e consternada com o momento que o mundo passa, pelas vidas perdidas e por toda a crise que será inevitável como decorrência deste momento. Mas estou também orgulhosa de, junto à Apsen, estar fazendo parte de forma tão incisiva desta parte da história da humanidade.

Se já sou uma pessoa motivada e com propósitos, agora então vivo um momento ímpar em minha vida e que estou vivendo com toda a intensidade possível. Afinal, o que está em jogo são vidas e por isso não vou poupar esforços para ajudar em tudo que estiver ao meu alcance! Tenho certeza de que vamos passar por essa e que sairemos com enormes aprendizados!

Cuidem-se e vamos em frente!

Leia também:

Prática de exercícios é fundamental para quarentena.

Coronavírus: o que é e como se prevenir

Reforce sua imunidade contra o coronavírus

Busque seu propósito. Deixe seu legado.

Rê Spallicci

Renata Spallicci

Atleta profissional fisiculturismo WBFF, executiva, empresaria, coach, influenciadora digital, escritora, palestrante motivacional e realizadora social fundadora do movimento Fit do Bem.

renataspallicci.com.br
fitdobem.com.br
dosonhoarealizacao. com.br