fbpx dietadinamarquesa– nova dieta que prega ingestão de apenas 600 calorias/ dia e cardápio bastante reduzido. - Renata Spallicci

RENATA SPALLICCI

Sem categoria

24/09/2019

A dieta dinamarquesa funciona?

Dieta dinamarquesa é de baixo consumo calórico e dura apenas 13 dias.

Se há um mercado no qual as pessoas são criativas, este é o das dietas! A cada dia uma nova onda surge, várias  delas embasadas cientificamente, mas muitas também sem nenhum fundamento.

E como eu me comprometi com vocês, sempre fico de olho em tudo o que surge para trazer o máximo de informação, para que não caiam em qualquer canto de sereia.

Nesse sentido, hoje vou falar sobre a Danish Diet ou Dieta Dinamarquesa. Vamos comigo nesta viagem?

Dieta de baixo teor calórico 

Conhecida por muitos nomes, Danish Diet, Dieta Dinamarquesa, Dieta da Dinamarca e até mesmo a dieta oficial do Royal Danish Hospital, este plano alimentar certamente vai  levá-lo à perda de peso, já que defende um consumo calórico muito baixo.

Mas, por outro lado, assim como toda dieta de baixo teor calórico, a manutenção do peso pós-dieta, provavelmente, não o levará ao sucesso!

De acordo com várias fontes, a dieta dinamarquesa foi criada por um médico, em um hospital na Dinamarca, para produzir rápida perda de peso em pacientes com obesidade mórbida antes da cirurgia. A dieta deve ser um plano de curto prazo e conduzida sob supervisão médica. Mas o curioso é que nenhum hospital ou médico na Dinamarca afirmou ter sido  o criador da dieta dinamarquesa.

Isso se parece muito com outra dieta popular da moda, a dieta de sete dias do Sacred Heart, que é uma dieta baseada em uma sopa supostamente desenvolvida por um hospital para sua unidade cardíaca. Contudo,  como a dieta dinamarquesa, nenhum hospital reivindicou a autoria dessa dieta limitada de baixa caloria.

E, para registro, a maioria dos médicos e outros profissionais de saúde não recomendariam uma dieta muito baixa em calorias que pudesse dispensar os  nutrientes essenciais, antes de um procedimento cirúrgico. Para uma recuperação tranquila, a Sociedade Americana de Anestesiologia sugere uma dieta saudável antes da cirurgia bariátrica. Cumprir uma dieta com alimentos ricos em nutrientes fornece ao corpo os recursos necessários para lidar com o estresse e a cura após qualquer procedimento cirúrgico.

Uma dieta Lowdown

Mas…  Vamos ao que mais o interessa, quando o assunto é dieta! Afinal, o que se come na dieta dinamarquesa? Bem, não muito. Embora existam muitas versões desta dieta, em geral, você vai se limitar a apenas dois grupos de alimentos – proteínas e vegetais, com poucas opções de qualquer grupo. Pois, a dieta dinamarquesa corta todas as frutas, grãos integrais e laticínios, embora você possa encontrar algumas versões do plano que incluem iogurte natural sem açúcar e pão de centeio.

Os tipos de alimentos permitidos na dieta incluem:

  • Água, chá preto sem açúcar ou café;
  • Proteínas magras – como carne bovina, cordeiro, aves e ovos;
  • Legumes com baixo teor de carboidratos, como tomate, espinafre, aipo e couve-flor.

Ao seguir a dieta, você é incentivado a comer três refeições por dia em horários muito específicos, sem nenhum lanche. Se você ficar com fome entre as refeições, a dieta sugere que se beba água. Além disso, não se pode comer depois das 18 horas,  e não é permitido consumir nenhum alimento que não esteja no plano.

Um cardápio típico de dieta dinamarquesa pode incluir:

Café da manhã até às 8 horas –   composto por café preto e água;

Almoço às 13h com carne magra ou dois ovos e 1/4 a 1 xícara de legumes;

Jantar às 18h com aproximadamente 200 gramas de  carne magra e 1/4 a 1 xícara de legumes.

Esta dieta só deve ser seguida por 13 dias.

Análise nutricional

Não deve ser muito difícil adivinhar por que você perde peso seguindo a dieta dinamarquesa. Porque é muito baixa em calorias. Estima-se que você coma cerca de 600 calorias por dia com a dieta dinamarquesa e  boa parte dos médicos afirma que não se deve seguir nenhuma dieta para perda de peso que forneça menos de 800 calorias, sem ser monitorada por um médico.

A maioria dos homens e mulheres pode perder peso, limitando sua ingestão de calorias para 1.200 a 1.800 calorias por dia. O número de calorias que você precisa para perder peso depende da  idade, sexo, composição corporal e nível de atividade. Se você não tem certeza de quantas calorias precisa para perder peso, consulte um nutricionista.

As consequências das dietas de baixa caloria

Não receber calorias suficientes pode afetar seu metabolismo e sua saúde. As calorias que você come fornecem energia ao seu corpo. A maioria dessas calorias é usada para administrar sistemas em que  você nem pensa, como digestão, frequência cardíaca e função cerebral. Isso é chamado de taxa metabólica de repouso (RMR).

Se você não está comendo calorias suficientes para sustentar essas funções corporais básicas, então seu corpo entra no que é chamado de modo de preservação, diminuindo a velocidade, para que  não queime tantas calorias. Essencialmente, quando você limita sua ingestão de calorias a 600  por dia, você sabota sua perda de peso, diminuindo o sistema que queima as calorias. Enquanto a atividade é uma boa maneira de aumentar o poder de queima de calorias do seu corpo, você provavelmente não terá a energia necessária para sustentar qualquer exercício planejado para dar ao seu metabolismo o impulso tão necessário.

O plano de refeições muito limitado também dificulta a obtenção de todas as vitaminas, minerais e outros nutrientes de que o corpo necessita para realizar importantes funções. Não receber todos os nutrientes que o seu corpo requer pode afetar a maneira como você se sente, assim como sua saúde geral. Dores de cabeça, constipação, fadiga e dificuldade de concentração são sintomas comuns de uma dieta hipocalórica.

Por que as dietas da moda não funcionam

O efeito que produz em seu metabolismo não é o único problema advindo de uma dieta tão baixa em calorias. Outra razão pela qual dietas da moda como a dinamarquesa não funcionam, é porque elas não são planos de longo prazo. Você certamente vai perder peso limitando sua ingestão a 600 calorias por dia, mas, quando se perde muito peso rapidamente, é mais provável que seja pela perda de  água e massa muscular, não gordura.

Esses fatores tornam muito difícil manter o peso. Se você voltar à sua maneira habitual de comer, depois de perder o peso decorrente da dieta dinamarquesa, provavelmente recuperará o peso e, provavelmente, também alguns quilos extras.

Para perder peso e mantê-lo, você precisa parar de pensar em resultados rápidos e, ao invés disso, focar em mudanças que possam lhe dar resultados duradouros.

Encontre a dieta correta

A dieta dinamarquesa pode ajudá-lo a perder peso, mas você não vai mantê-lo, se não tiver um plano para depois dos 13 dias. E lembre-se: não há uma dieta para perda de peso que funcione para todos. Se você estiver com dificuldades, consulte um nutricionista que possa elaborar um plano individualizado que atenda às suas necessidades nutricionais e objetivos de perda de peso, mas também leve em consideração seu estilo de vida e histórico médico.

Ah! E se quiser uma mãozinha, o meu método de emagrecimento Finalmente Magro conta com plano de alimentação e de exercícios elaborado por profissionais e todo um material de apoio baseado nos seis pilares do FM (mentalidade, organização, alimentação, atividade física, hidratação e descanso) que vão  ajudá-lo a perder peso de uma vez por todas!

Leia também:

Conheça a rawfood – dieta crua

Dieta viking – alimente-se como os nórdicos para ter um corpo magro e saudável

Do tempo das cavernas – a dieta paleo

Busque seu propósito. Deixe o seu legado.

Rê Spallicci

Renata Spallicci

Atleta profissional fisiculturismo WBFF, executiva, empresaria, coach, influenciadora digital, escritora, palestrante motivacional e realizadora social fundadora do movimento Fit do Bem.

renataspallicci.com.br
fitdobem.com.br
dosonhoarealizacao. com.br